05:56 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Adrian Darya 1

    Pompeo diz ter comprovado mentiras de Teerã no caso do petroleiro iraniano

    © AP Photo / Marcos Moreno
    Oriente Médio e África
    URL curta
    625
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, afirma que o petroleiro iraniano Adrian Darya 1 descarregou petróleo na Síria, o que, segundo ele, comprova as mentiras do Irã às autoridades britânicas e de Gibraltar.

    Em sua conta no Twitter, o secretário de Estado postou uma foto de dois navios, um dos quais foi marcado como Adrian Darya 1, ao lado um do outro perto da cidade de Baniyas, na Síria, onde está localizada uma refinaria. Anteriormente, Pompeo alegou que o petroleiro Adrian Darya 1 transferiu petróleo para outro navio ao largo da costa da Síria.

    Petróleo do Adrian Darya 1 tem sido descarregado na Síria, provando que o Irã mentiu para o Reino Unido e Gibraltar. Este petróleo terrorista financiará a guerra de Assad e a violência sectária do Irã. Os membros da UE deveriam condenar esta ação, defender o primado do direito e responsabilizar o Irã

    As autoridades britânicas de Gibraltar suspeitaram, em 4 de julho, que o petroleiro iraniano Grace 1 tivesse violado as sanções da UE contra a Síria. Como parte da investigação, a polícia deteve o capitão, o imediato e dois outros membros da tripulação do petroleiro.

    Mais de um mês depois, as autoridades de Gibraltar decidiram libertar o navio. O vice-chefe da Organização dos Portos e do Transporte Marítimo do Irã, Jalil Eslami, informou que após a libertação o Grace 1 seguirá para o mar Mediterrâneo com um nome diferente – Adrian Darya 1.

    Mandado de detenção

    Uns dias depois, os EUA emitiram um mandado de detenção para o petroleiro Grace 1. De acordo com o Departamento de Justiça dos EUA, o tribunal do Distrito de Columbia decidiu que o petroleiro, todo o petróleo a bordo e US$ 995 mil estão sujeitos a confisco em conexão com a violação de várias leis dos EUA.

    Em 18 de agosto, Gibraltar rejeitou o pedido dos EUA para prorrogar a detenção do petroleiro iraniano Grace 1, citando as diferenças nas sanções americanas e europeias contra o Irã.

    Na noite de 18 para 19 de agosto, o petroleiro deixou as águas de Gibraltar. No início de setembro, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Abbas Musavi, declarou que o Adrian Darya 1 tinha vendido petróleo enquanto se encontrava no mar. Segundo ele, no momento o navio está atracado em uma das costas do mar Mediterrâneo.

    Mais:

    Gibraltar libera petroleiro iraniano Grace 1, segundo mídia
    Instabilidade no golfo Pérsico pode ameaçar petroleiros da China, diz especialista
    EUA pedem para prolongar detenção de petroleiro iraniano algumas horas antes de sua liberação
    Tags:
    foto, petroleiro, Síria, Irã, Mike Pompeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar