07:28 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Caça F-15E Strike Eagle dos EUA na base aérea de Incirlik, Adana, Turquia

    Parlamentar turco sugere fechar base aérea aos EUA em resposta às ameaças de Trump à Turquia

    © flickr.com /
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6250
    Nos siga no

    A Turquia, em resposta às ameaças do presidente dos EUA, Donald Trump, deve fechar a base aérea de Incirlik aos militares dos EUA, disse à Sputnik na quarta-feira (9) o líder do partido turco Vatan (Pátria), Dogu Perincek.

    Nesta segunda-feira (7), Donald Trump utilizou a sua conta no Twitter para ameaçar "destruir e aniquilar" a economia da Turquia, caso os turcos façam algo que ultrapasse "os limites" do permitido na Síria.

    "A melhor resposta que a Turquia pode dar em resposta às ameaças dos EUA é iniciar a cooperação com Damasco e fechar urgentemente a base de Incirlik para os EUA. Os EUA se comportam com o nosso país como inimigos, e lá já começaram a soar vozes sobre a expulsão da Turquia da OTAN", disse Perincek.

    Segundo ele, os EUA forneceram 30.000 caminhões com armas para o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), organização classificada como terrorista na Turquia.

    "Isto abriu uma verdadeira frente contra a Turquia, o que mais uma vez mostra: os Estados Unidos veem a Turquia como um inimigo", acrescentou Perincek.

    Operação no norte da Síria

    O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse em 5 de outubro que a decisão sobre a operação turca no norte da Síria ao leste do Eufrates pode ser tomada nos próximos dias.

    No dia seguinte, Washington declarou que as forças militares dos EUA não participarão da operação militar da Turquia e deixarão a área de sua realização.

    As Forças Democráticas da Síria (SDF) curdas disseram em 7 de outubro que as forças dos EUA se retiraram da fronteira com a Turquia no norte da Síria, violando os acordos alcançados com as formações curdas suas aliadas.

    Mais tarde Washington disse que os EUA não estão retirando todas as tropas da Síria, mas deslocam as que estão do norte, entretanto estariam falando de apenas 50 militares.

    Objetivos de Ancara

    Os principais objetivos da operação turca são a limpeza do território sírio que faz fronteira com a Turquia das forças de autodefesa curdas sírias, a criação de uma zona de segurança nessa área e a instalação dos refugiados sírios que estão na Turquia.

    Ancara tinha declarado anteriormente que tinha 4 milhões de refugiados e que não podia mantê-los indefinidamente. Entretanto, o governo da Síria não reconhece a administração autônoma no nordeste da Síria, que controla o território a leste do Eufrates, e as SDF, sua ala militar.

    Mais:

    Secretário de Defesa dos EUA adverte Turquia contra 'incursões unilaterais' na Síria
    Turquia vai atrás de outras opções se EUA recusarem-se a vender F-35, diz deputado turco
    Turquia continuará comércio com Irã apesar das sanções dos EUA, afirma Erdogan
    Tags:
    Incirlik, base aérea, ameaças, Donald Trump, EUA, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar