06:23 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Militar russo utilizando binóculos.

    Rússia acompanha com atenção o que acontece em Moçambique mas afirma não ter militares lá

    © AFP 2019 / Maksim Popov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12533
    Nos siga no

    A Rússia acompanha com atenção a situação em Moçambique mas não tem militares lá, afirmou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, nesta terça-feira (8).

    Como informou o porta-voz do Kremlin, a Rússia está acompanhando com atenção a situação na África e, em particular, em Moçambique, as questões africanas estão entre os temas principais da agenda das autoridades russas.

    "Sem dúvida, estamos muito atentos ao que está acontecendo na África em geral e em Moçambique em particular. Você sabe que estão em andamento preparativos para a cúpula Rússia-África, que ocorrerá em Sochi, por isso as questões africanas estão no topo de nossa agenda", disse Peskov.

    Respondendo às palavras de um jornalista de que, segundo a imprensa local, um soldado russo teria morrido em Moçambique na semana passada, Peskov sublinhou que atualmente não há soldados russos neste país.

    "Quanto a Moçambique, não há soldados russos lá, como você disse", afirmou o porta-voz.

    Radicais intensificam ataques

    Em setembro na mídia apareceram informações sobre ataques por parte de islamistas radicais no norte de Moçambique, quando decorria a campanha eleitoral.

    Os extremistas atacaram aldeias na província de Cabo Delgado. Foi informado que na vila de Mocímboa da Praia, os islamistas mataram pessoas e incendiaram muitas casas, não tendo sido este o único caso de violência.

    Em outubro de 2019, Moçambique deverá realizar eleições presidenciais e legislativas gerais em 11 províncias, e isso poderia agravar as ações do terrorismo islamista.

    Mais:

    Angola, um aliado fiel da Rússia que pode ajudar a estreitar laços com África
    Rússia estabelece seu 'baluarte econômico' na África nas próximas décadas
    Novo 'campo de batalha' geopolítico: o que Rússia e EUA buscam na África?
    Tags:
    Dmitry Peskov, militares, cimeira, preparação, África, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar