10:18 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado e tanque do exército Turco, próximos a cidade de Tel Abyad, na Síria, em Setembro de 2019

    ONU pede o 'máximo de restrição' no norte da Síria

    © REUTERS / Rodi Said
    Oriente Médio e África
    URL curta
    530
    Nos siga no

    O secretário-geral da ONU, António Guterres, pediu a todas as partes na Síria que demonstrassem o máximo de restrição em meio aos preparativos da Turquia para iniciar uma operação militar no norte do país.

    "O secretário-geral, por sua vez, está acompanhando com grande preocupação a situação no norte e nordeste da Síria, particularmente os riscos para os civis de qualquer possível escalada", disse o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric, em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (7). "É muito importante que todas as partes exerçam o máximo de restrição".

    Dujarric também disse que Guterres esteve em contato com todas as partes relevantes da região para tratar do assunto e reiterou que não há solução militar para o conflito sírio.

    "O Secretário-Geral também enfatiza que [...] o acesso humanitário contínuo, desimpedido e seguro a civis em necessidade deve ser garantido, a fim de permitir que a ONU e seus parceiros humanitários continuem realizando o trabalho crítico na Síria", acrescentou o porta-voz.

    No sábado, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou que Ancara poderá iniciar uma operação militar na Síria nos próximos dias para limpar a área de fronteira dos combatentes curdos. Enquanto isso, a Casa Branca disse no domingo que as forças estadunidenses não apoiariam a operação militar turca e se retirariam da área.

    Os Estados Unidos romperam uma aliança que tinham com os curdos para combater o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) na Síria. A Turquia considera os combatentes curdos uma extensão do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), organização classificada como terrorista por Ancara. 

    Mais:

    Rússia registra 26 violações de cessar-fogo na Síria em 24 horas
    EUA começam a retirar tropas da zona fronteiriça turco-síria, afirma Erdogan
    Turquia envia tropas adicionais para fronteira com Síria
    EUA não apoiarão operação da Turquia no norte da Síria
    'Guerras ridículas sem fim': Trump anuncia que chegou hora dos EUA se retirarem da Síria
    Tags:
    Turquia, Estados Unidos, Síria, ONU, António Guterres
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar