23:13 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro Grace 1 iraniano

    Irã revela projeto de oleoduto para exportar petróleo sem passar pelo estreito de Ormuz

    © AP Photo / Marcos Moreno
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6392
    Nos siga no

    O Irã está construindo um novo oleoduto terrestre para transportar petróleo sem passar pelo crítico estreito de Ormuz.

    O oleoduto, com um custo de US$ 1,8 bilhão (R$ 7,3 bilhões), irá conectar um terminal petrolífero situado próximo da costa norte do golfo Pérsico com um porto na costa sul do Irã, o que significa que os petroleiros iranianos, após a conclusão do projeto, não terão de atravessar o estreito de Ormuz.

    O ministro do Petróleo do Irã, Bijan Zangeneh, disse esta semana que o país está construindo um oleoduto terrestre de 1.000 quilômetros do terminal petrolífero de Goreh, na província de Bushehr, até o terminal de Jask, um porto que fica a leste do estreito de Ormuz, no golfo de Omã.

    Zangeneh acrescentou, conforme citado pela agência de notícias do Ministério do Petróleo, que US$ 700 milhões de US$ 1,8 bilhão serão destinados ao desenvolvimento do porto de Jask.

    Transformação da região

    O ministro acrescentou que o projeto do oleoduto "transformaria a região, pois em Jask seriam construídas várias instalações de armazenamento de petróleo, um cais de exportação, quebra-mares e um sistema moderno de amarração".

    O plano também prevê a construção de duas refinarias na região, com capacidade de refino diária de 300 mil e 150 mil barris e outras instalações petroquímicas.

    O Irã planeja há anos construir um terminal fora do golfo Pérsico, o que eliminaria a necessidade de seus navios-tanque atravessarem o estreito de Ormuz e criaria uma nova rota de exportação para seu petróleo bruto.

    Nova rota de exportação

    Em setembro de 2018, o presidente Hassan Rouhani anunciou que o Irã iria transferir "a maior parte" de suas exportações do terminal da ilha de Kharg, no golfo Pérsico, para o porto de Jask.

    Espera-se que o terminal de Jask comece a exportar condensado de gás do campo de Pars Sul em 2020 e prevê-se que as exportações de petróleo comecem no início de 2021.

    Teerã ameaçou anteriormente fechar o estreito de Ormuz, uma via navegável crucial, através da qual é efetuado um terço do tráfego marítimo mundial de petróleo.

    Mais:

    Pentágono considera enviar porta-aviões e caças ao estreito de Ormuz
    Almirante dos EUA: Irã não está recuando militarmente após ataques na Arábia Saudita
    EUA garantirão liberdade de navegação no estreito de Ormuz, promete Pompeo
    Tags:
    petróleo, Estreito de Ormuz, oleoduto, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar