19:49 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang durante um briefing diário no escritório do Ministério das Relações Exteriores em Pequim (arquivo)

    China confirma encontro com delegação do Talibã

    © AP Photo / Andy Wong
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1180
    Nos siga no

    Uma delegação de representantes do Talibã visitou recentemente a China para conversar, disse nesta segunda-feira (23), Geng Shuang, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China.

    Anteriormente, Suhail Shaheen, porta-voz oficial do escritório político do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) no Catar, postou em sua conta no Twitter que nove membros do Talibã, incluindo o chefe do escritório político do Catar, o mulá Abdul Ghani Baradar, conversaram com o enviado especial chinês para os assuntos do Afeganistão, Deng Xijun, na China durante o domingo (22).

    "O lado chinês considera a situação no Afeganistão muito importante, faz de tudo para facilitar o processo de paz no Afeganistão, mantém contato constante com todos os lados envolvidos. O chefe do escritório diplomático do Talibã em Doha, Baradar e alguns de seus assessores estiveram recentemente na China para fazer contatos ", confirmou Geng.

    Geng especificou que o enviado especial e a delegação afegã haviam trocado opiniões sobre o processo de paz no Afeganistão.

    "Esperamos que os Estados Unidos, o Talibã e o Afeganistão mantenham negociações e alcancem paz e estabilidade o mais rápido possível", acrescentou Geng.

    Os EUA e o Talibã tentam há quase um ano negociar um acordo de paz que garanta a retirada de tropas estrangeiras do Afeganistão em troca da garantia do movimento de que o país não se tornará um local seguro para terroristas.

    As negociações, no entanto, excluíram o governo afegão, porque o Talibã o considera um fantoche dos EUA. A última rodada de negociações em Doha terminou em 1º de setembro.

    Em 7 de setembro, após uma explosão em Cabul, Trump se pronunciou dizendo ter cancelado conversas secretas em Camp David com a liderança do Talibã e os líderes afegãos no dia 8 de setembro.

    Mais:

    Alemanha adverte contra retirada de tropas da OTAN do Afeganistão
    Após ataque em Cabul, Trump cancela encontro secreto com líderes afegãos e do Talibã
    Talibã diz que EUA 'vão sofrer como ninguém' após Trump largar negociações
    Delegação do Talibã é recebida em Moscou
    Comandante do Talibã é morto em ataque aéreo no Afeganistão
    Tags:
    Geng Shuang, Afeganistão, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar