16:38 15 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif

    Chanceler iraniano acusa EUA de terrorismo econômico

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    430
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, qualificou como "terrorismo econômico" a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de intensificar as sanções contra Teerã.

    Nesta quarta-feira, o presidente norte-americano, Donald Trump, sinalizou para um aumento substancial das sanções adotadas contra a República Islâmica, acusada pelos EUA de estar por trás de um recente ataque a instalações petrolíferas da Arábia Saudita, aliada de Washington. 

    ​Escalando a guerra econômica dos EUA contra os iranianos, Donald Trump ordenou ao secretário do Tesouro "aumentar substancialmente as sanções contra o Irã!". É a admissão de que os EUA estão deliberadamente mirando em cidadãos comuns: terrorismo econômico, ilegal e desumano. Pare de guerra e terror. Segurança para todos.

    No último dia 14, as refinarias da empresa Saudi Aramco nas cidades de Adqaiq e Khurais, no leste da Arábia Saudita, foram alvos de um ataque de drone reivindicado pelas milícias iemenitas dos houthis. Mas autoridades norte-americanas e sauditas preferiram acusar o Irã de estar por trás desse atentado, alegação prontamente negada por Teerã.

    Mais:

    Embaixador saudita: ataque a instalações petrolíferas 'quase certamente' foi apoiado pelo Irã
    Mídia: plano de contra-ataque ao Irã pelas refinarias sauditas incendiadas é proposto a Trump
    Arábia Saudita afirma ter provas da participação do Irã nos ataques a suas refinarias
    Sauditas 'não sabem nada' sobre ataques contra suas petrolíferas, diz conselheiro do Irã
    Tags:
    sanções, Donald Trump, Mohammad Javad Zarif, Teerã, Washington, Arábia Saudita, Irã, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar