20:34 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Centro de conversão de urânio próximo da cidade iraniana de Isfahan

    AIEA confirma que Irã está instalando novas centrífugas de enriquecimento de urânio

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4152
    Nos siga no

    A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou a instalação de novas centrífugas de enriquecimento de urânio pelo Irã.

    No último sábado, (7), o Irã havia declarado que seu país utilizaria novas centrífugas de enriquecimento de urânio. Os equipamentos dariam ao país a capacidade de enriquecer urânio acima de 20%.

    Antes do estabelecimento do acordo nuclear, o Irã já enriquecia urânio a 20%. Com o acordo, o país reduziu esta cifra para 3,67%.

    Centrífugas

    Com a saída dos Estados Unidos do acordo em maio de 2018, Teerã anunciou medidas gradativas de descumprimento dos termos do acordo nuclear. Uma delas seria o uso de mais de 10 centrífugas de enriquecimento de urânio.

    Fazendo jus à sua declaração de sábado, o país instalou novas centrífugas de enriquecimento no complexo nuclear de Natanz.

    "As seguintes centrífugas foram ou estão sendo instaladas: 22 IR-4, uma IR-5, 30 IR-6 e três IR-6s", publicou a declaração da AIEA a Radio France Internationale.

    Autoridades iranianas em comitiva de imprensa sobre o programa nuclear do país em Teerã, Irã
    © AP Photo / Ebrahim Noroozi
    Autoridades iranianas em comitiva de imprensa sobre o programa nuclear do país em Teerã, Irã

    Ainda de acordo com a agência, os aparelhos deverão utilizar hexafluoreto de urânio, composto que pode ser usado na separação isotópica, ou seja, no enriquecimento de urânio.

    Bomba atômica

    Embora as centrífugas possam dar ao país persa a capacidade de enriquecer urânio a 20%, o Irã ainda estaria longe de ter urânio suficientemente enriquecido para a fabricação de uma bomba atômica.

    Para fins de comparação, a bomba lançada pelos americanos em Hiroshima, Japão, estava carregada com Urânio-235 enriquecido a 80%.

    Mais:

    França vai se esforçar para levar o Irã de volta ao acordo nuclear, diz ministra da Defesa
    Erdogan diz que é inaceitável que a Turquia não possa ter armas nucleares
    Produção de novas bombas nucleares dos EUA estaria enfrentando atraso
    Tags:
    Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), centrífuga, programa nuclear iraniano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar