01:09 22 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Forças Armadas da Arábia Saudita e unidades das Forças Especiais do Exército do Paquistão participam dos exercícios militares conjuntos Al-Samsam 5, no sudoeste da Arábia Saudita

    Arábia Saudita inicia licenciamento para produção de armamentos e pretende turbinar setor de defesa

    © AP Photo / SPA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    294
    Nos siga no

    A Arábia Saudita anunciou neste domingo que iniciará licenciamento de empresas para fabricação de armas de fogo, munições, explosivos e equipamentos militares.

    A Autoridade Geral das Indústrias Militares licenciará empresas para fabricar armas de fogo, munições, explosivos, bem como equipamentos militares individuais e eletrônicos, informou a agência de notícias estatal SPA.

    A medida faz parte de um plano mais amplo de afastar a economia do reino da dependência das exportações de petróleo.

    O chefe do órgão, Ahmed al-Ohali, disse que a medida abriria as portas para investimentos estrangeiros e nacionais no setor.

    O investimento será necessário para realizar as reformas anunciadas pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, que deseja que Riad produza ou monte metade de seu equipamento de defesa localmente, criando assim 40 mil empregos para os sauditas até 2030.

    A Arábia Saudita está entre os cinco países que mais gastam em defesa no mundo. Um relatório do Instituto Internacional de Pesquisa para a Paz de Estocolmo (SIPRI) sobre gastos militares globais para 2018 afirmou que a Arábia Saudita tem os maiores gastos militares se tratando da porcentagem do PIB e é o terceiro em gastos militares em números absolutos, com US$ 68 bilhões anuais, atrás dos EUA (US$ 649 bilhões) e da China (US$ 250 bilhões).

    Mais:

    Secretário de Defesa dos EUA autoriza envio de tropas e equipamentos à Arábia Saudita
    Coalizão liderada pela Arábia Saudita ataca Ministério da Defesa do Iêmen
    Arábia Saudita fecha compra dos sistemas de defesa aérea S-400 avançados da Rússia
    Tags:
    localização, armamentos, Defesa, investimentos, economia, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar