08:23 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro iraniano Adrian Darya 1, anteriormente denominado Grace 1, ancorado no estreito de Gibraltar, na Espanha, em 18 de agosto de 2019

    Petroleiro iraniano anteriormente detido está a poucos quilômetros da Síria, reporta mídia

    © REUTERS / Jon Nazca
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10261
    Nos siga no

    A última informação sobre a posição do petroleiro iraniano Adrian Darya 1 indica que o navio navega agora na parte oriental do mar Mediterrâneo, a poucos quilômetros da costa oeste da Síria, diz mídia.

    De acordo com algumas fontes citadas pela Fox News, o petroleiro está agora a menos de 10 milhas náuticas [18,5 km] da costa da Síria.

    Fontes de inteligência disseram à mídia que o capitão do navio, Akhilesh Kumar, tem se recusado a cooperar com a entrega planejada de petróleo e pediu para ser demitido do posto ou substituído.

    O navio está transportando 2,1 milhões de barris de petróleo bruto iraniano, no valor de cerca de US$ 130 milhões (R$ 541 milhões).

    O petroleiro iraniano Adrian Darya 1, anteriormente chamado de Grace 1, desaparecera dos radares de localização marítima, transmitindo a sua posição pela última vez no dia 2 de setembro, informou a Marine Traffic.

    Detenção e sanções

    A embarcação tinha sido detida pelas autoridades do território ultramarino britânico de Gibraltar por causa de uma acusação dos EUA, alegando que o navio transportava petróleo para a Síria em violação das sanções da UE contra este país. Pouco depois, o Departamento do Tesouro dos EUA aplicou sanções ao navio e ao seu capitão.

    Teerã denunciou as alegações e bateu de frente com Londres por causa da detenção do navio, o que resultou no agravamento das relações bilaterais entre os dois países. O Irã acusou o Reino Unido de "pirataria", alegando que a detenção do navio era uma violação do acordo nuclear iraniano.

    Membro da tripulação verifica novo nome do petroleiro iraniano Adrian Darya 1, anteriormente conhecido como Grace 1, na costa de Gibraltar, 18 de agosto de 2019
    © AFP 2019 / Johnny Bugeja
    Membro da tripulação verifica novo nome do petroleiro iraniano Adrian Darya 1, anteriormente conhecido como Grace 1, na costa de Gibraltar, 18 de agosto de 2019

    Posteriormente o navio foi libertado por ordem das autoridades de Gibraltar.

    Mais:

    Petroleiro iraniano incluso na lista negra dos EUA estaria atracado na costa libanesa
    Petroleiro iraniano em Gilbratar entra em limbo após EUA emitir mandato de captura
    EUA irão tomar medidas se petroleiro iraniano tentar entregar petróleo à Síria, adverte Pompeo
    Tags:
    mar Mediterrâneo, Síria, Irã, petroleiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar