02:45 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    455
    Nos siga no

    Yair Netanyahu, filho do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, desentendeu-se com o ex-embaixador dos EUA em Israel, Martin Indyk.

    Na ocasião, o ex-embaixador norte-americano foi acusado de "tentar destruir o estado judaico" pelo filho de Netanyahu, segundo a agência de notícias Haaretz.

    A desavença teve início depois que Indyk postou uma notícia alegando que o primeiro-ministro israelense havia tentado falar com o presidente norte-americano, Donald Trump, depois que o ministro das Relações Exteriores iraniano, Javad Zarif fez uma visita surpresa à França durante a cúpula do G7, com o objetivo de impedir o líder dos EUA de se reunir com o diplomata iraniano.

    Eu estive do outro lado daquelas ligações muitas vezes desesperadas, insistindo que ele precisava falar com o presidente ou com o secretário de Estado imediatamente. Quando ele está em pânico, o fato de o presidente estar em reuniões com outros líderes mundiais é irrelevante.

    A mensagem desagradou profundamente ao filho de Netanyahu, fazendo com que ele respondesse de maneira emocional.

    O primeiro-ministro de Israel insistiu em falar com o presidente Clinton em pé de igualdade e se vendo como um líder mundial e não como um judeu do gueto ou como um judeu da corte. Eu sei que é difícil para você ver um judeu orgulhoso. Vocês estão acostumados ao tipo Epstein.

    "Sei que Barak Ravid é boicotado na administração norte-americana pelas suas mentiras e notícias falsas. Ninguém fala com ele lá. Nem mesmo a pessoa que faz o café na Casa Branca. Notícias falsas!", postou Yair.

    Olá a todos. Eu sei que Barak Ravid tem excelentes fontes na Administração Trump. Muitas pessoas falam com ele e com seus colegas da Axios. Incluindo as pessoas que fazem café. Notícias falsas, com certeza!

    O atual presidente dos EUA, Donald Trump, tem demonstrado apoio a Israel e ao primeiro-ministro, Netanyahu, o que é patente nas várias iniciativas da política externa americana. Trump também é conhecido por sua preferência por reuniões inesperadas com líderes mundiais e por tentar fazer acordos.

    Mais:

    Liga Árabe: Israel persegue interesses eleitorais alimentando tensão na fronteira com Líbano
    Israel lança mais de 40 mísseis sobre o Líbano
    ONU pede 'contenção máxima' a Israel e Líbano após troca de ataques
    Tags:
    acusação, debate, desavenças, diplomata, EUA, israel, judeu
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar