10:24 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Parada do Hezbollah durante uma cerimônia de homenagem a militantes mortos, no Líbano, em 18 de fevereiro de 2017.

    Líder do Hezbollah acusa governo de Israel de procurar pretexto para ataque

    © AP Photo / Mohammed Zaatari
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12152
    Nos siga no

    O Hezbollah não possui nenhuma fábrica para produzir mísseis guiados com precisão, disse o secretário-geral do grupo, Hassan Nasrallah, acusando o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, de mentir e buscar um pretexto para atacar o Líbano.

    "Não temos fábricas para produzir mísseis guiados com precisão no Líbano", disse Nasrallah, em discurso para apoiadores na noite deste sábado, citado pela Reuters.

    De acordo com o líder do grupo libanês, o Hezbollah já teria mísseis de precisão suficientes para "qualquer confronto" com Israel, grande ou pequeno. 

    ​Na última quinta-feira, militares israelenses acusaram a Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica de operar "dentro do Líbano", ao lado do Hezbollah, para tentar criar fábricas de mísseis e construir armas com as quais poderiam realizar ataques contra Israel.

    Os militares israelenses também alertaram que, embora o Hezbollah fosse seu "principal inimigo" no Líbano, os militares libaneses seriam um "inimigo em potencial", uma vez que o governo libanês seria "completamente responsável pelo que está acontecendo em solo libanês".

    Mais:

    Israel realiza ataques aéreos na fronteira de Líbano e Síria
    Netanyahu adverte Hezbollah, Líbano e líderes iranianos para 'observarem suas ações'
    Líbano dispara contra drones de Israel
    Tags:
    Benjamin Netanyahu, Hassan Nasrallah, Oriente Médio, Oriente Médio, Israel, Hezbollah, Líbano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar