02:53 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    HMS Ambush

    Reino Unido enviaria submarino nuclear para golfo Pérsico após apreensão de petroleiro pelo Irã

    CC BY-SA 2.0 / HMS Ambush
    Oriente Médio e África
    URL curta
    121124
    Nos siga no

    A Marinha Real britânica está reforçando sua presença militar no golfo Pérsico com um submarino nuclear e forças marítimas após a detenção de um petroleiro registrado no Reino Unido, informa o Daily Express.

    Espera-se que o submarino nuclear efetue vigilância, enquanto os fuzileiros navais poderão ser destacados para navios comerciais. Um submarino de propulsão nuclear da classe Astute, de 7.400 toneladas, equipado com mísseis de cruzeiro e torpedos pesados, terá um papel exclusivamente defensivo, disseram fontes militares ao jornal Daily Express.

    Espera-se que ele intercepte as comunicações entre os militares iranianos e as relate ao quartel-general da Marinha no Reino Unido.
    "Estamos enviando um barco – ele pode muito bem já estar se dirigindo para a região", disse uma fonte na Marinha Real.

    "Seu papel é uma postura de inteligência encoberta, recolhendo simplesmente informações para apoiar os comboios de petroleiros escoltados planejados."

    Forças do Reino Unido na região

    De acordo com um relato do The Sun, a Marinha também enviará fuzileiros navais do Comando 42, Companhia M. O HMS Duncan, um destróier Type 45, foi enviado para o Golfo no início deste mês para ajudar o único navio de guerra do Reino Unido que opera lá, a fragata HMS Montrose, da classe Type 23, com base no Bahrein.

    O navio-tanque de reabastecimento RFA Wave Knight, atualmente estacionado em Gibraltar, transitará para a região em agosto, enquanto a fragata HMS Kent será colocada lá em setembro. A Marinha também tem quatro caça-minas e um navio de desembarque de doca atribuídos a essa área.

    "Temos capacidade de enviar mais navios, mas eles vão levar semanas, por isso os fuzileiros navais são uma solução perfeita no curto prazo", disse uma fonte militar ao The Sun.

    "Os homens foram informados de que poderiam ser destacados para navios comerciais. Os petroleiros também podem agora navegar em comboio e o transporte marítimo será protegido. Mas nosso principal objetivo é não agravar a situação e criar um fator dissuasor."

    'Guerra de petroleiros'

    Os responsáveis de Defesa do Reino Unido ainda não comentaram os relatos, mas eles normalmente mantêm silêncio sobre esse tipo de missões.
    As autoridades têm aconselhado os navios britânicos a evitar temporariamente o estreito de Ormuz depois de a Guarda Revolucionária do Irã ter apreendido dois petroleiros na sexta-feira.

    Um dos navios foi liberado, enquanto o outro foi levado para um porto no sul do Irã, enquanto aguarda uma investigação. Teerã alegou que o petroleiro ignorou os pedidos de socorro de um barco de pesca iraniano e colidiu com ele.

    Ao mesmo tempo, as autoridades de Teerã indicaram que a apreensão veio como resposta na sequência da detenção de um petroleiro que alegadamente transportava petróleo iraniano para a Síria, em violação das sanções da UE.

    Mais:

    Inteligência do Reino Unido: Irã está 'quase certamente' por trás dos ataques a petroleiros
    EUA e Reino Unido buscam o mesmo objetivo no Irã, diz May
    Reino Unido planeja reforçar presença militar no golfo Pérsico
    Tags:
    Reino Unido, Irã, nuclear, submarino
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar