18:08 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro passando pelo estreito de Ormuz

    Em carta à ONU, Reino Unido pede que Irã libere petroleiro britânico

    © REUTERS/ Hamad I Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12223
    Nos siga no

    O Reino Unido enviou uma carta neste domingo (21) ao secretário geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e ao presidente do Conselho de Segurança pedindo a liberação de um petroleiro britânico apreendido pelo Irã.

    Na sexta-feira (19), a Guarda Revolucionária Islâmica iraniana apreendeu o petroleiro Stena Impero, no estreito de Ormuz, alegando violação dos regulamentos marítimos internacionais. O navio com 23 tripulantes, incluindo três russos, foi guiado para o porto de Bandar Abbas.

    O Irã afirma que os detidos estão a salvo e que o petroleiro está atracado no porto.

    A carta enviada à ONU, assinada pelo representante permanente adjunto do Reino Unido, Jonathan Allen, afirma que não busca confronto com o Irã, mas considera "inaceitável" o confisco do petroleiro. O documento também aponta que a medida iraniana é ilegal e que o Reino Unido está trabalhando para resolver a questão por meios diplomáticos.

    O impasse ocorre depois que fuzileiros navais do Reino Unido ajudaram a deter um petroleiro iraniano em Gibraltar, no dia 4 de julho sob suspeita de transportar petróleo para a Síria, violando sanções da União Europeia. O chanceler iraniano, Javad Zarif, acusou Londres de pirataria.

    Mais:

    Terrorismo e fim do acordo nuclear: chanceler do Irã ataca os EUA em visita à Venezuela
    Reino Unido ameaça congelar ativos do Irã e adotar sanções
    Pentágono adverte sobre alto risco de 'conflito não intencional' com Irã
    OTAN pede ao Irã para libertar navios com a bandeira do Reino Unido
    Tags:
    ONU, Reino Unido, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar