20:01 23 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Atiradores palestinos do Hamas comparecem ao velório de seis combatentes mortos em confrontos com as forças de Israel (arquivo)

    Hamas garante seguir política de não intervenção no conflito sírio

    © AP Photo/ Khalil Hamra
    Oriente Médio e África
    URL curta
    220
    Nos siga no

    O Hamas permanecerá à margem do conflito na Síria, disse o líder do movimento islâmico palestino, Ismail Haniyeh.

    "Não intervimos em conflitos internos na Síria e não faremos isso no futuro", disse Haniyeh.

    Ele ressaltou que o movimento palestino quer que "a Síria volte a ser forte e se recupere".

    O Hamas declarou em repetidas ocasiões que está trabalhando para normalizar as relações com Damasco, que deterioraram durante os anos de guerra civil no país árabe.

    O movimento já chegou a ter uma representação em Damasco, mas que foi fechada após o início do conflito entre o governo e a oposição síria.

    Nos territórios palestinos o Hamas controla a Faixa de Gaza nos últimos 12 anos, enquanto na região da Cisjordânia está em oposição ao movimento governista Fatah.

    Mais:

    'Fio muito fino': Israel pode atacar Gaza sem aviso e inesperadamente em meio a tensões com Hamas
    Força Aérea israelense teria atacado instalação subterrânea do Hamas na Faixa de Gaza
    VÍDEO mostra forças israelenses durante intensa perseguição a supostas lanchas do Hamas
    Hamas critica declarações de embaixador dos EUA sobre 'direito de anexar' parte da Cisjordânia
    Tags:
    Guerra Civil Síria, Síria, Hamas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar