15:23 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro passando pelo estreito de Ormuz

    Produtor de petróleo, Kuwait prepara plano para proteger seus portos em meio à tensão na região

    © REUTERS/ Hamad I Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    203
    Nos siga no

    A autoridade naval e portuária do Kuwait preparará planos de segurança para proteger os principais portos do país integrante da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), informou a agência Kuna, em meio a crescentes tensões entre o Irã e o Ocidente.

    Um protocolo de cooperação conjunta foi assinado "em um período importante que a região está passando no campo da segurança", disse o gerente da Autoridade Portuária do Kuwait, o Sheik Yousef Abdullah al-Nasser al-Sabah.

    Sheikh Yousef disse que as ações são necessárias para manter a segurança dos portos do pequeno estado do Golfo e "garantir total prontidão para qualquer emergência potencial", incluindo treinamento e troca de experiências, de acordo com a publicação da Kuna.

    As relações entre o Irã e o Ocidente ficaram cada vez mais tensas depois que a Grã-Bretanha apreendeu um petroleiro iraniano em Gibraltar na semana passada e Londres disse que seu navio de guerra HMS Montrose teve que se defender de navios iranianos que tentavam impedir que um petroleiro britânico passasse pelo Estreito de Hormuz.

    Os incidentes mais recentes ocorreram depois de uma série de ataques a petroleiros desde maio em torno do Estreito de Hormuz e do Golfo de Omã.

    Os Estados Unidos culparam ao Irã, mas Teerã nega as acusações.

    Mais:

    Rússia, China, Irã e Venezuela usarão criptomoedas para desafiar EUA, diz relatório
    Câmara dos Deputados dos EUA aprova emenda que proíbe Trump de atacar Irã sem aprovação do Congresso
    Irã alerta vizinhos sobre 'presença estrangeira' que quer desestabilizar o Oriente Médio
    Hezbollah diz que Irã é capaz de bombardear Israel se guerra com os EUA começar
    Tensão entre Irã e Estados Unidos: União Europeia afirma apoiar mediação do Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar