22:43 22 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6181
    Nos siga no

    A Rússia está realizando preparo para envio dos sistemas de defesa antiaérea S-400 para a Turquia, declarou o líder turco Recep Tayyip Erdogan nesta segunda-feira (8).

    Erdogan expressou esperança de que a instalação dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 na Turquia "beneficiará o país e toda a região" e revelou alguns detalhes do processo de fornecimento do armamento, que será transportado em aviões.

    "O preparo para envio dos S-400 ao nosso país continua. Há datas, que foram combinadas com o lado russo, mas não me obriguem a entrar em contato com eles [russos], não é correto. Onde serão instalados os sistemas de defesa antiaérea na Turquia? Os departamentos competentes estão tratando disso: o Ministério da Defesa e o Estado-Maior. Eles decidirão", afirmou Erdogan a repórteres.

    Como o porta-voz do presidente da Turquia, Ibrahim Kalin, afirmou na quinta-feira (4), o fornecimento dos S-400 à Turquia será iniciado nos próximos dias.

    Escândalo internacional

    A compra dos novíssimos sistemas de defesa antiaérea S-400 provocou escândalo internacional entre a Turquia e os Estados Unidos, que tentaram de todas as formas fazer com que Ancara abandonasse o acordo com Moscou, chegando até mesmo a oferecer seus sistemas de mísseis Patriot. Além do mais, os EUA vêm ameaçando excluir a Turquia do programa de desenvolvimento e aquisição de caças F-35.

    Após a cúpula dos líderes do G20 em Osaka, no Japão, a situação entre os EUA e a Turquia ficou menos tensa, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

    Mais:

    Ancara: pressão dos EUA quanto à compra dos sistemas S-400 contradiz relações de aliados
    Erdogan mantém acordo pelos S-400 e diz que Turquia retaliará sanções dos EUA
    EUA ameaçam Turquia com consequências econômicas antes da entrega dos sistemas russos S-400
    Tags:
    fornecimento, Rússia, Recep Tayyip Erdogan, S-400
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar