02:03 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Rebeldes xiitas, conhecidas como houthis, protestam contra ataques aéreos sauditas

    Ataque em aeroporto saudita tem pelo menos 1 morto e 7 feridos, diz mídia local

    © AP Photo / Hani Mohammed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    792

    Ao menos 1 pessoa foi morta e outras 7 pessoas foram feridas em um ataque de drone no aeroporto de Abha, disse a agência Reuters neste domingo (23) citando a emissora Al Arabiya.

    Mais cedo, o movimento Houthi, do Iêmen, disse que o grupo tinha atacado com drones os aeroportos de Abha e Jizan, na região sul da Arábia Saudita.

    A cidade de Abha se tornou alvo de um ataque de drones pela segunda vez neste mês, disse a emissora de tv saudita citando uma fonte militar.

    Nas últimas duas semanas o movimento Houthi atacou diversas vezes as cidades de Abha e Jizan.

    A emissora de TV Houthi, Al Masirah, afirmou no sábado (22) que insurgentes do grupo Ansar Allah derrubaram um equipamento de vigilância aérea da colaizão liderada pela Arábia Saudita. O ataque aconteceu no Iêmen, próximo da fronteira com a Arábia Saudita.

    Pior crise humanitária do mundo

    O conflito armado entre forças iemenitas lideradas pelo presidente Abdrabuh Mansour Hadi e o movimento Houthi está acontecendo desde 2011. O conflito mudou em 2015 quando as forças aéreas da coalizão saudita passaram a realizar ataques a pedido de Hadi.

    Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o conflito em curso no Iêmen é a pior crise humanitária do mundo, com cerca de 24 milhões de pessoas passando por necessidades. O número equivale a 80% da população do país. Entre as consequências do conflito estão também um surto de cólera e a destruição de mais de 400 hospitais.

    Em dezembro de 2018, pela primeira vez em anos, os dois lados do conflito se encontraram para negociações organizadas pela ONU em Estocolmo. Eles chegaram a diversos acordos, incluindo cessar-fogo, troca de prisioneiros, e estabelecimento de corredores humanitários na cidade portuária de Al Hudaydah.

    Mais:

    OPEP pode acabar por 'culpa' da Arábia Saudita, acusa ministro iraniano
    Vários drones atacam oleoduto na Arábia Saudita
    Houthis planejam 299 ataques contra alvos no Iêmen, Arábia Saudita e Emirados Árabes
    Arábia Saudita é responsável pela 'execução premeditada' de Khashoggi, diz ONU
    Tags:
    Al Hudaydah, ONU, Iêmen, Houthi, aeroporto, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar