21:43 15 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento de um míssil balístico pelo Irã

    Ministro chinês adverte contra abertura de 'caixa de Pandora' no Oriente Médio

    © AP Photo / Amir Kholousi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    6191

    O ministro chinês das Relações Exteriores apelou a não agravar a situação no Oriente Médio e exprimiu a esperança de que o Irã pondere a sua decisão e não abandone o acordo nuclear.

    O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, exprimiu inquietação quanto à situação no Oriente Médio durante uma conferência da imprensa depois do encontro com o homólogo sírio Walid Muallem.

    Envio de tropas norte-americanas

    O ministro Wang Yi afirmou que os EUA devem parar de utilizar os métodos de pressão e apelou a todas as partes para que mantenham a sensatez, a contenção e se abstenham de ações que agravem as tensões na região.

    A China alertou ainda para o que chamou de "caixa de Pandora" no Oriente Médio.

    Os EUA autorizaram recentemente o envio de pessoal militar adicional ao Oriente Médio para enfrentar a ameaça aérea, naval e terrestre na região, pela qual culpam o Irã.

    Irã e JCPOA

    Durante o encontro, o ministro chinês também declarou que Pequim está incentivando Teerã a cumprir seus compromissos do acordo nuclear e advertiu contra o abandono do acordo de forma "tão fácil".

    Wang sublinhou que a Agência Internacional de Energia Atômica confirmou várias ocasiões que o Irã cumpriu suas obrigações do tratado.

    "A Agência Internacional de Energia Atômica confirmou por 15 vezes que o Irã cumpriu suas obrigações. Nesta situação, esperamos que o Irã pondere cuidadosamente sua decisão e não desista tão facilmente deste acordo".

    Wang Yi adicionou que China se mantém fortemente comprometida com o JCPOA, incluindo a cooperação com outros signatários para a modernização do reator iraniano de Arak.

    O Irã optou por não implementar uma série de disposições do "acordo nuclear" a partir de 8 de maio, quando fez um ano da retirada unilateral dos EUA deste acordo.

    Mais:

    EUA enviarão mais soldados ao Oriente Médio após tensão com o Irã
    Netanyahu diz que Israel não permitirá que o Irã obtenha armas nucleares
    Irã prevê superar limite de urânio enriquecido em 10 dias
    Moscou: plano de estabilização da Síria deve incluir interesses do Irã
    Tags:
    JCPOA, acordo nuclear, tropas, Irã, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar