04:41 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Sistemas de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea do Distrito Militar do Sul que foi colocado em serviço em Teodósia, na Crimeia

    Turquia promete retaliação em caso de sanções dos EUA pela compra de S-400

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Oriente Médio e África
    URL curta
    990

    Ancara vai retaliar se Washington impuser sanções por causa da compra de sistemas russos de defesa antiaérea S-400, declarou o ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu.

    "Um país não pode dar instruções a outro sobre como agir. Os EUA devem abandonar esse comportamento. Todos estão preocupados com isto. Até onde isso pode ir? Se os EUA derem passos contra nós, então seremos forçados a fazer o mesmo. Naturalmente, ninguém vai ficar calado", disse Cavusoglu em entrevista ao canal NTV.

    Anteriormente, Ancara salientou que não pretende deixar de comprar S-400, com o primeiro lote vindo a ser fornecido à Turquia em julho. EUA disseram que os sistemas S-400 são incompatíveis com os padrões da OTAN, chegando até mesmo a ameaçar com imposição de sanções caso a compra seja finalizada e com atraso ou cancelamento da venda de caças F-35 para a Turquia.

    Como a revista Foreign Policy informou anteriormente, citando uma carta de 6 de junho, o secretário interino de Defesa dos EUA, Patrick Shanahan, disse ao ministro da Defesa turco, Hulusi Akar, que os pilotos turcos, que estão treinando para usar caças F-35 nos EUA, devem deixar o país até 31 de julho, e os EUA não vão aceitar novos pilotos para treinamento.

    Mais:

    Bloomberg revela 'recusa' da Rússia em vender sistemas S-400 ao Irã
    General turco: sistema S-400 russo é apenas pretexto para retirar Turquia do programa F-35 dos EUA
    EUA alertam que Índia pode sofrer 'sérias implicações' se comprar sistema russo S-400
    Tags:
    Mevlut Cavusoglu, russos, sistemas, S-400, Turquia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar