00:59 14 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro após ter sido atacado no golfo de Omã, 13 de junho de 2019

    Pentágono libera VÍDEO que 'prova' envolvimento do Irã no ataque a petroleiros

    © REUTERS / ISNA/Handout
    Oriente Médio e África
    URL curta
    68847
    Nos siga no

    O Comando Central dos EUA (CENTCOM) divulgou um vídeo alegadamente mostrando a Guarda Revolucionária do Irã (IRGC) removendo o que dizem ser um dispositivo explosivo do casco de um dos petroleiros que foram recém-atacados no golfo de Omã.

    Apesar da má qualidade das imagens, o Pentágono insiste em apresentá-las como prova do envolvimento de Teerã no ataque ocorrido no golfo de Omã na quinta-feira (13), comunica a Reuters.

    A gravação mostra um pequeno barco se aproximando do petroleiro japonês Kokuka Courageous, e um dos homens do navio (supostamente um militar da Guarda Revolucionária iraniana) removendo do casco do petroleiro um objeto, considerado pelas autoridades americanas como sendo uma mina submarina.

    ​Imagens e vídeo agora lançados pelo CENTCOM mostram o que diz ser uma provável mina submarina não detonada presa ao casco do navio-tanque químico japonês Kokura Courageous

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, declarou na quinta-feira durante uma conferência em Washington que os recentes ataques fazem parte de uma "campanha" de "tensão crescente" de Teerã, que representa uma ameaça à paz e à segurança internacionais.

    A República Islâmica negou categoricamente qualquer ligação com o incidente e rejeitou as "acusações infundadas" do governo norte-americano.

    Mais:

    Quem estaria por trás de ataques a petroleiros no golfo de Omã? Especialista analisa situação
    Irã salva 44 marinheiros de petroleiros atacados no golfo de Omã
    Irã pede diplomacia após tensão por explosões em petroleiros
    Tags:
    ataque, petroleiros, EUA, Irã, Golfo de Omã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar