22:58 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Chanceler do Irã Mohammad Javad Zarif

    Irã pede diplomacia após tensão por explosões em petroleiros

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    770
    Nos siga no

    A Missão da Organização das Nações Unidas (ONU) do Irã está pedindo um diálogo urgente entre todos os países da região do Golfo Pérsico para aliviar as tensões após os ataques a dois petroleiros perto do estratégico Estreito de Hormuz.

    Um comunicado divulgado nesta quinta-feira (13) pela missão iraniana também pediu à comunidade internacional que evite "as políticas e práticas imprudentes e perigosas dos Estados Unidos e seus aliados regionais no aumento das tensões na região".

    "A República Islâmica do Irã reitera que a única solução para a tensão nessa região é o engajamento ativo e construtivo de todos os países da região no contexto de um diálogo genuíno baseado no respeito mútuo, inclusão e princípios básicos do direito internacional", afirmou.

    A missão disse que é "irônico" que os Estados Unidos, que se retiraram do acordo nuclear com o Irã de 2015, estejam pedindo ao país que volte às negociações.

    A fala do diplomata dos EUA Jonathan Cohen durante uma reunião fechada do Conselho de Segurança da ONU foi classificada como "inflamatória". Cohen havia dito que Teerã deveria encontrar com os EUA com diplomacia e "não com terrorismo e ataques a navios."

    Mais:

    EUA aplicam novas sanções a 2 indivíduos e uma empresa no Iraque por alegadas ligações ao Irã
    Recado aos EUA: daremos 'resposta esmagadora' se formos atacados, alerta líder do Irã
    Irã salva 44 marinheiros de petroleiros atacados no golfo de Omã
    Khamenei: se o Irã quisesse armas nucleares, os EUA não poderiam fazer nada a respeito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar