06:02 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Seca (imagem referencial)

    Seca pode matar 2 milhões de pessoas na Somália, diz ONU

    CC BY-SA 2.0 / Tim J Keegan / Lake Hume at 4% - 6531
    Oriente Médio e África
    URL curta
    102
    Nos siga no

    O coordenador de ajuda humanitária da Organização das Nações Unidas (ONU) afirma que mais de 2 milhões de homens, mulheres e crianças podem morrer de fome na Somália até o final do verão se a ajuda internacional não for enviada rapidamente para o país africano.

    O subsecretário-geral da ONU, Mark Lowcock, diz que cerca de US$ 700 milhões são necessários depois de uma temporada de chuvas que matou tanto o gado quanto as plantações.

    Lowcock anunciou terça-feira (5) que o Fundo Central de Resposta a Emergências da ONU alocou US$ 45 milhões para a compra de alimentos, água e itens básicos para a Somália, bem como partes do Quênia e da Etiópia também afetadas por secas.

    Na Somália, cerca de 3 milhões de outras pessoas estão lutando apenas para atender às exigências mínimas de alimentos.

    Mais:

    Cientistas predizem chegada inevitável de secas catastróficas
    Seca extrema: catástrofe climática afeta vários cantos do mundo
    Eurodeputado: militares no Brasil usaram 'golpe seco' a Bolsonaro para prevenir invasão da Venezuela
    Seca severa expõe destroços da 'Atlântida' alemã (FOTO)
    Panorama desolador da lagoa de Acuelo que secou por completo no Chile
    ESA publica FOTO de rio seco em Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar