09:02 02 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    350
    Nos siga no

    O Irã está preparado para a possibilidade de uma guerra com os Estados Unidos, mas espera que as tensões entre as duas nações possam ser resolvidas com o diálogo, declarou o vice-ministro de Relações Exteriores do país.

    "Esperamos poder iniciar um diálogo, mas estamos prontos para a guerra", disse o vice-ministro de Relações Exteriores, Abbas Araqchi, à Sputnik.

    Ele ressaltou que o Irã estava ciente de que "certos elementos" dentro do governo dos EUA estão pressionando pela guerra com o Irã, mesmo que tal conflito seja "catastrófico" para todo o Oriente Médio.

    "Sabemos que há certos elementos e pessoas que estão tentando empurrar os Estados Unidos para a guerra com o Irã para seus próprios fins. No entanto, esperamos que a sabedoria prevaleça em Washington", pontuou.

    "Estamos absolutamente prontos para esse cenário e acredito que eles estão cientes das nossas capacidades nesse sentido. Mas isso não é o que queremos, somos a favor da paz", prosseguiu.

    Teerã advertiu repetidamente os Estados Unidos contra a possibilidade de provocar um conflito, afirmando que o Irã não se intimidava com a retórica cada vez mais hostil e a postura militar de Washington. No entanto, Teerã sempre afirmou que não busca a guerra.

    Em um esforço para diminuir a situação, o Irã buscou o diálogo com seus vizinhos. Falando com o ministro de Relações Exteriores do Qatar em Doha na terça-feira, Araqchi expressou sua "disposição do país para entrar em um diálogo entre os Estados do Golfo e o Irã com relação à estabilidade e segurança da região".

    Mais:

    Sanções dos EUA ameaçam segurança do Oriente Médio, diz vice-chanceler do Irã
    Teerã põe em causa declaração de Trump de que EUA não visam 'mudança de regime' no Irã
    Será que ataque de bandeira falsa pode iniciar conflito entre EUA e Irã?
    Tags:
    sanções, relações bilaterais, diplomacia, guerra, Abbas Araqchi, golfo Pérsico, Oriente Médio, Qatar, Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar