15:41 17 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Uniformes dos Capacetes Brancos são encontrados durante busca na sede de terroristas em Ghouta Oriental.

    Exército sírio encontra suprimentos médicos alemães em sede dos Capacetes Brancos

    © Sputnik / Morad Saeed
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2111

    O Exército sírio encontrou suprimentos de equipamentos médicos, alguns deles de fabricação alemã, em um hospital de campo supostamente do grupo Capacetes Brancos, informou a agência estatal SANA.

    A agência citou fontes locais não identificadas dizendo que a descoberta foi feita na cidade de Qal'at al-Madiq, na província de Hama.

    Capacetes Brancos limpando destroços de uma casa que foi atingida por um ataque aéreo do governo da Síria, em Idlib, 10 de setembro de 2010
    © AP Photo / Uncredited / Source: Syrian Civil Defense White Helmets
    Além de suprimentos médicos que incluíam desfibriladores externos automáticos e instrumentos cirúrgicos, os soldados sírios também descobriram máscaras de gás com filtros, bem como roupas de proteção química e outros equipamentos.

    A descoberta acontece poucos dias depois que o representante da Rússia, Vladimir Safronkov, dizer em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU que a organização não-governamental (ONG) Capacetes Brancos está se preparando novas provocações na província de Idlib.

    “A equipe pseudo-humanitária dos Capacetes Brancos continua preparando novas provocações para acusar as autoridades legais [sírias] de usar agentes tóxicos”, ressaltou.

    Os governos sírio e russo têm repetidamente culpado os Capacetes Brancos por encenar uma série de ataques falsos na Síria envolvendo o uso de armas químicas para atribuir a responsabilidade ao governo sírio e fornecer aos países ocidentais o pretexto plausível de intervenção na República Árabe.

    A ONG foi flagrada mais de uma vez filmando ataques falsos, incluindo em abril de 2018, quando os Capacetes Brancos publicaram imagens de médicos nos hospitais de Douma tratando de pacientes que sofreram um suposto ataque químico do exército sírio.

    Damasco negou veementemente as acusações, denunciando o ataque como uma provocação encenada. Após as filmagens, mais de 100 mísseis foram lançados pelos EUA, Reino Unido e França em vários locais do governo na Síria como resposta ao alegado uso de armas químicas contra a população civil.

    Tags:
    Capacetes Brancos, Conselho de Segurança da ONU, Vladimir Safronkov, Idlib, Hama, Qal'at al-Madiq, Síria, Damasco, França, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar