12:21 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Aiatolá Ali Khamenei.

    Líder supremo do Irã revela se persas estão prontos para guerra contra os EUA

    © Sputnik / Sergey Guneev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1383

    Apesar do aumento das tensões entre o Irã e os Estados Unidos, as duas nações não se envolverão em um conflito militar - mas também não haverá um novo acordo nuclear -, garantiu o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei.

    "Não haverá guerra. A nação iraniana escolheu o caminho da resistência", declarou Khamenei, citado pela TV estatal iraniana.

    "Nós não buscamos uma guerra, e eles também não", acrescentou, insistindo que os norte-americanos estão bem cientes de que um confronto militar com o Irã "não é do interesse deles".

    O líder supremo também disse que Teerã não se envolverá em nenhuma negociação sobre a assinatura de um novo acordo nuclear com Washington.

    "Tais negociações são um veneno", avaliou Khamenei.

    Um ano atrás, o presidente estadunidense Donald Trump retirou unilateralmente os EUA do marco do acordo nuclear de 2015 com o Irã, deixando os outros signatários da Rússia, China e Europa em choque.

    O acordo viu Teerã restringir sua polêmica capacidade de enriquecimento de urânio, que poderia potencialmente tê-lo visto desenvolvendo uma bomba nuclear, em troca do levantamento de sanções contra o país.

    Mas o presidente dos EUA o chamou de "o pior negócio de todos os tempos" e insistiu que um novo acordo, que também incluiria o programa de mísseis balísticos de Teerã, deveria ser assinado.

    Desde então, Trump usava todos os meios para forçar o Irã a sentar-se atrás da mesa de negociações, aumentando a pressão sobre as sanções ao país, com as exportações de petróleo sendo o principal alvo.

    Os EUA recentemente enviaram um grupo de porta-aviões perto da costa iraniana e enviaram bombardeiros B-52 em patrulha no golfo Pérsico. No entanto, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, assegurou que a movimentação não foi uma preparação para a guerra com Teerã.

    Mais:

    Tel-Aviv teme que Israel seja atingido no fogo cruzado se EUA e Irã forem à guerra
    Situação atual em torno do Irã poderia chegar a conflito militar?
    4 bombardeiros B-52 efetuam missão aérea perto do Irã (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    guerra, enriquecimento de urânio, JCPOA, acordo nuclear, relações bilaterais, Mike Pompeo, Donald Trump, Aiatolá Ali Khamenei, Oriente Médio, Irã, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar