00:21 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Base militar russa de Hmeymim, Síria

    Base aérea russa de Hmeymim, na Síria, sofre mais uma tentativa de ataque

    © Sputnik / Dmitry Vinogradov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4212

    O major-general Viktor Kupchishin, chefe do centro de defesa para a reconciliação síria, informou nesta quarta-feira (8), que 12 foguetes foram disparados em Idlib em direção à base aérea russa de Hmeymim.

    "Doze foguetes foram disparados na direção da base aérea", disse Kupchishin.

    Ele disse que os foguetes foram abatidos por sistemas de defesa aérea, ninguém foi ferido, e nenhuma explosão foi reportada como resultado do ataque, acrescentando que duas posições usadas por militantes para atacar Hmeimim na quarta-feira foram destruídas por jatos de combate russos e a artilharia das tropas do governo sírio.

    O chanceler russo, Sergei Lavrov, afirmou mais cedo depois de uma reunião com seu colega iraniano, Mohammad Javad Zarif, que a Rússia continuaria a atacar as posições de terroristas que estão bombardeando a base aérea militar russa de Hmeymim.

    Anteriormente, Viktor Kupchishin disse na terça-feira que militantes violaram o regime de cessar-fogo nas províncias sírias de Aleppo, Idlib e Latakia.

    A declaração vem um dia depois de militantes terem bombardeado a base aérea de Hmeymim na Síria duas vezes, usando vários sistemas de lançamento de foguetes (MLRS); no entanto, os ataques não resultaram em mortes ou destruição. A situação na base aérea de Hmeymim na Síria piorou recentemente, com os militantes constantemente tentando atacar a base.

    Tags:
    base aérea, Hmeymim, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar