10:21 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-aviões norte-americano Dwight D. Eisenhower na Somália, 2007 (foto de arquivo)

    Drone iraniano filma de muito perto porta-aviões dos EUA no golfo Pérsico (VÍDEO)

    © AFP 2019 / HO / Marinha dos EUA
    Oriente Médio e África
    URL curta
    19362
    Nos siga no

    As imagens, publicadas pela agência iraniana Tasnim, mostram várias aeronaves de combate no convés da embarcação norte-americana.

    Um drone do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica conseguiu se aproximar e filmar de diferentes ângulos um porta-aviões dos EUA no golfo Pérsico, conforme relatado pela agência iraniana Tasnim, que publicou o vídeo.

    As imagens mostram o USS Dwight D. Eisenhower e outro navio de guerra dos EUA, de acordo com a AP. Além disso, aeronaves de combate podem ser observadas no convés do porta-aviões.

    ​No último dia 8 de abril, os EUA classificaram o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmicado do Irã como uma organização terrorista. Esta foi a primeira vez que Washington declarou uma estrutura de um governo como terrorista.

    Em resposta, o Irã incluiu as Forças Armadas dos EUA na lista de organizações que a República Islâmica considera terroristas. O Supremo Conselho de Segurança Nacional iraniano classificou o Comando Central do Departamento de Defesa dos EUA (CENTCOM) e suas forças afiliadas no Oriente Médio e na Ásia como terroristas.

    Além disso, o presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse em 9 de abril que Washington desempenha um papel de liderança na disseminação do terrorismo no mundo e afirmou que os EUA são "o líder mundial em terrorismo".

    Mais:

    Chancelaria: 'Irã não deixará outras nações ocuparem seu lugar no mercado de petróleo'
    Zarif: Irã 'tem PhD' em lidar com sanções dos EUA
    Guarda Revolucionária iraniana pode virar instrumento estratégico contra sanções dos EUA?
    Marinha iraniana inicia manobras navais de grande escala (VÍDEO)
    Do que é capaz a moderna Marinha iraniana?
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar