09:00 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Hassan Rouhani, presidente do Irã

    Arábia Saudita, Qatar e Emirados Árabes devem sua existência ao Irã, diz Rouhani

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4230
    Nos siga no

    A Arábia Saudita, ao lado dos Emirados Árabes Unidos e do Qatar, não existiria hoje se o Irã tivesse apoiado os planos do líder iraquiano Saddam Hussein de ocupar esses Estados, afirmou o presidente iraniano Hassan Rouhani.

    "Se não fosse a decisão racional do Irã de não cooperar com Saddam, não haveria vestígios desses países hoje", declarou Rouhani na quarta-feira.

    "Eles devem sua existência hoje ao Irã", acrescentou.

    Saddam Hussein invadiu o vizinho Kuwait em 1990, mas foi expulso vários meses depois pela coalizão liderada pelos EUA durante a Guerra do Golfo.

    De acordo com Rouhani, Hussein "repetidamente enviou pedidos e mensagens", dizendo que o Iraque e o Irã dividiriam uma fronteira de 800 quilômetros no Golfo Pérsico.

    "Isso mostra que Saddam estava procurando ocupar a Arábia Saudita, Omã, os Emirados e o Qatar, além do Kuwait", relembrou o presidente iraniano, acrescentando que Hussein ofereceu "cooperação" nesses esforços.

    Teerã recusou a proposta de Saddam e foi um dos primeiros a condenar seu ataque ao Kuwait, garantiu Rouhani, enfatizando que, ao fazê-lo, Teerã "salvou" Riad junto com outras nações do Golfo.

    Aliada importante de Washington e grande compradora de armas fabricadas nos EUA, a Arábia Saudita é uma das principais rivais do Irã na região. Riad diz que o Irã ameaça sua segurança travando uma "guerra por procuração" no Iêmen e fornecendo mísseis que são lançados pelos rebeldes na Arábia Saudita.

    O Irã nega todas as acusações e acusa os sauditas de cometer crimes de guerra durante a campanha de bombardeios que dura anos no Iêmen.

    Mais:

    'Levante as sanções e peça desculpas se quiser conversar', diz líder iraniano aos EUA
    Irã diz que seguirá vendendo petróleo a outros países apesar das sanções dos EUA
    Inflação e desaceleração: como fim de isenções de sanções ao Irã afetaria mercado global?
    Tags:
    Guerra do Golfo, Saddam Hussein, Hassan Rouhani, Kuwait, Omã, Emirados Árabes Unidos, Iraque, Qatar, Arábia Saudita, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar