02:54 22 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Sistemas de mísseis S-400 Triumph do regimento de defesa antiaérea na cidade russa de Teodósia, na Crimeia

    Turquia receberá primeiro S-400 em julho apesar da pressão dos EUA, diz oficial russo

    © Sputnik / Sergei Malgavko
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2110

    A Rússia começará a transportar seus sistemas de mísseis de defesa aérea S-400 para a Turquia em julho, informou o chefe da agência estatal de comércio de armas da Rússia. O acordo está sendo feito porque Ancara ignora a pressão de seu aliado na OTAN, os EUA.

    Aleksandr Mikheyev, da Rosoboronexport, declarou à imprensa russa nesta quarta-feira que todas as questões relativas ao contato foram "resolvidas", e que a Rússia e a Turquia estão agora trabalhando em sua execução.

    Assim, a entrega começará em julho.

    No início deste mês, o presidente russo Vladimir Putin ordenou a aceleração do embarque dos S-400 para Ancara.

    A Turquia optou por manter o contrato apesar da pressão intensa de Washington, que é seu aliado dentro e fora da OTAN, para acabar com o acordo. Autoridades norte-americanas e legisladores disseram que a obtenção de armas fabricadas na Rússia prejudicará a segurança da aliança. O Pentágono suspendeu a entrega de caças F-35 à Turquia, dizendo que Ancara não conseguirá os aviões prometidos, a menos que se recuse a levar as S-400.

    Autoridades turcas, por sua vez, rejeitaram fortemente todas as tentativas de desbaratar o acordo com a Rússia e insistiram que a nação é livre para comprar armas de quem quiser. O ministro de Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, argumentou que Ancara poderá encomendar mais S-400 se o Pentágono se recusar a vender os sistemas de mísseis de defesa aérea Patriot, fabricados nos EUA, para a Turquia.

    Mais:

    Senador: EUA podem deslocar base militar da Turquia para Grécia
    Turquia revela possível resposta a 'punição' dos EUA por compra dos sistemas S-400 russos
    EUA fazem nova proposta à Turquia sobre sistemas antiaéreos Patriot
    Tags:
    F-35, segurança, defesa, defesa aérea, patriot, s-400, OTAN, Pentágono, Rosoboronexport, Mevlut Cavusoglu, Aleksandr Mikheyev, Vladimir Putin, Estados Unidos, Rússia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar