01:36 22 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Abdul Fatah Khalil Al-Sisi, presidente egípcio, visita a Cerimônia de abertura da nova via do Canal de Suez na cidade egípcio Ismailia

    90% dos eleitores egípcios aprovam emenda que pode manter presidente no poder até 2030

    © REUTERS / The Egyptian Presidency/Handout via Reuters
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 01

    Eleitores apoiaram por maioria esmagadora, emendas à constituição do país que incluem a extensão do mandato presidencial do presidente Abdel Fattah Sisi, disse o presidente da Comissão Nacional de Eleições, Lashin Ibrahim.

    "Um total de 88,33% dos eleitores apoiaram as emendas. A taxa de participação foi de 44,33%", disse ele em entrevista coletiva no Cairo.

    A votação no referendo do Egito sobre a emenda da Constituição do país, que abre caminho para que Sisi permaneça em seu posto até 2030 e amplie seus poderes, terminou na segunda-feira. As alterações entram em vigor imediatamente após o anúncio dos resultados do referendo nacional.

    O referendo foi realizado depois que o parlamento egípcio aprovou por um projeto de lei correspondente às mudanças na constituição. As emendas visam aumentar o mandato do presidente de quatro para seis anos, criando uma Câmara Alta do Parlamento (atualmente é unicameral) e concedendo ao presidente o direito de nomear vice-presidentes.

    De acordo com a atual constituição do Egito, adotada em 2014, o presidente ou um grupo de legisladores representando pelo menos um quinto do parlamento pode propor mudanças na lei básica do país. Quaisquer mudanças na Constituição do Egito devem ser aprovadas em um referendo nacional depois que 2/3 dos parlamentares votarem por ele.

    Tags:
    Constituição do Egito, Comissão Nacional de Eleições do Egito, Lashin Ibrahim, Abdel Fatah al-Sisi, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar