20:40 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Cobra (imagem referencial)

    Invasão de cobras força presidente liberiano a mudar local de trabalho

    CC0 / Pixabay
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O atual presidente da Libéria e ex-jogador de futebol, George Weah, está sendo forçado a trabalhar em casa, porque duas cobras foram encontradas no prédio do Ministério das Relações Exteriores, onde fica seu escritório, escreve o jornal Vanguard, citando o porta-voz adjunto Smith Toby.

    Segundo a mídia, duas cobras negras foram encontradas na recepção do Ministério das Relações Exteriores nesta semana. Devido à necessidade de retirada dos animais e limpeza de qualquer ameaça, o presidente mudou temporariamente o local de trabalho.

    De acordo com o porta-voz adjunto, a desinfecção pode ajudar a resolver o problema de "criaturas rastejantes". O presidente deve voltar a trabalhar no Ministério das Relações Exteriores na próxima segunda-feira (22).

    A mídia diz que há cobras venenosas na Libéria, e "as autoridades preferem não arriscar". George Weah, que jogou futebol profissionalmente de 1985 a 2003, se tornou presidente em janeiro de 2018.

    Mais:

    Lar de cobras: quintal no Texas estava infestado de répteis
    Cobra venenosa deposita 14 ovos em meio de estrada agitada na Índia (VÍDEO)
    Americana encontra cobra dentro de secadora: 'Nunca corri tão rápido' (FOTOS)
    Tags:
    invasão, cobras, escritório, presidente, George Weah, Libéria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar