14:25 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses carregam a bandeira nacional

    Israel estaria treinando soldados para melhorarem imagem do país no exterior

    © AFP 2019 / Jaafar Ashtiyeh
    Oriente Médio e África
    URL curta
    624

    Os autores do programa declararam que os workshops não são políticos, visam sim formar uma imagem positiva de Israel no exterior.

    Um ex-capitão das forças especiais israelenses lançou a iniciativa de treinar soldados israelenses desmobilizados para atuarem como "embaixadores" durantes as viagens ao exterior, ensinando-os a como falar sobre Israel em outros países, reportou o The Times of Israel.

    "Consideramos que Israel tem o problema de ‘hasbara' e que a maioria das pessoas que lidam com isso são ex-soldados e que eles têm a oportunidade de influenciar positivamente como Israel é visto", afirma o capitão Eyal Biram, utilizando o termo específico ("hasbara") para os esforços de Tel Aviv com vista a divulgar propaganda positiva do país.

    "Mais de 400.000 [israelenses] entre 20 e 24 anos de idade viajam para o exterior a cada ano. Este grupo é formado principalmente por ex-soldados. […] Cada um deles é basicamente um embaixador informal de Israel, para o bem e para o mal", completou o capitão.

    "Nossos seminários não são políticos. Eles são destinados a ensinar como transmitir uma mensagem através da sua vida pessoal. Não importa se você é de direita, de esquerda, opositor, seja o que for", enfatizou Biram.

    Os soldados são treinados a reagir positivamente e a agradecer seus interlocutores por suas perguntas, além de serem encorajados a aproveitar sua experiência em serviço.

    O programa se tornou obrigatório para os soldados israelenses que se preparam para deixar o exército, além disso, eles devem passar por um evento que detalha os benefícios disponíveis para eles no exterior.

    Além disso, o Ministério do Exterior e as Forças de Defesa de Israel fornecem uma coleção de vídeos e infográficos sobre Israel e seus conflitos com a Palestina.

    O grupo, composto por quatro funcionários em tempo integral e com o apoio de empresas privadas e voluntários, planeja expandir sua cobertura àqueles que prestam o serviço nacional, ao invés do serviço militar, assim como universitários e jovens israelenses que pretendam trabalhar como conselheiros de campo nos EUA, relatou o jornal The Times of Israel.

    Mais:

    Israel acusa Irã de ter violado direito internacional com disparo de míssil em Golã
    Defesa antiaérea síria intercepta mísseis que teriam sido lançados por Israel (VÍDEOS)
    'Retaliação catastrófica e inimaginável': como seria um ataque nuclear de Israel?
    Tags:
    exterior, soldados, embaixadores, treinamento, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar