22:00 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan em Ancara

    Decisão dos EUA sobre as Colinas de Golã viola resoluções da ONU, diz Putin

    © Sputnik / Sergey Guneev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4131

    A decisão dos EUA de reconhecer a soberania de Israel sobre a região síria das Colinas de Golã ocupada viola as resoluções do Conselho de Segurança da ONU - uma posição que Moscou já deixou claro, disse o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

    Após uma reunião entre Putin e seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, em Moscou, nesta segunda-feira, o líder russo foi questionado por repórteres sobre a posição de Moscou sobre a decisão dos EUA.

    "Quanto ao reconhecimento das Colinas de Golã como parte de Israel, você já conhece a postura russa. Ela foi apresentada em uma declaração do Ministério de Relações Exteriores da Rússia. A medida [dos EUA] viola as resoluções do Conselho de Segurança da ONU", afirmou Putin.

    A região das Colinas de Golã está ocupada por Israel desde 1967 e, mais tarde, Tel Aviv proclamou a soberania unilateralmente sobre ela.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou a decisão de reconhecer a soberania de Tel Aviv sobre isso no final de março, ganhando elogios a Israel — e provocando indignação mundial.

    O movimento de Trump não recebeu apoio fora de Israel, sendo rejeitado até pelos aliados mais próximos dos EUA.

    Mais:

    Análise: estratégia de Trump em Golã é prognóstico de conflito grandioso no Oriente Médio
    Rei saudita rejeita decisão americana sobre estatuto das Colinas de Golã
    Diplomata sírio sugere que os EUA deem estados a Israel ao invés de apoio sobre Golã
    Tags:
    judeus, invasão, diplomacia, soberania, Guerra dos Seis Dias, Conselho de Segurança da ONU, Donald Trump, Recep Tayyip Erdogan, Vladimir Putin, Colinas de Golã, Estados Unidos, Israel, Síria, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar