19:58 31 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    820
    Nos siga no

    O Conselho de Segurança da ONU pediu que as partes no conflito na Líbia interrompam as atividades militares no contexto de uma nova escalada de tensão no país africano.

    "Os membros do Conselho de Segurança expressaram sua profunda preocupação com as operações militares próximas a Trípoli que ameaçam a estabilidade na Líbia e minam as perspectivas de mediação da ONU e solução política abrangente para a crise", afirmou o atual presidente do Conselho de Segurança, o embaixador alemão Christoph Heusgen. 

    "[O Conselho de Segurança] pediu que o Exército Nacional Líbio cesse todas as operações militares, assim como exortou todas as forças para conseguir diminuir a escalada de tensão e interromper a atividade militar", acrescentou Heusgen após a realização de consultas sobre a situação na Líbia nesta sexta-feira.

    O diplomata alemão ressaltou que o conflito na Líbia "não tem solução militar" e alertou que aqueles que provocam o agravamento da crise terão que se responsabilizar por isso.

    "Pedimos a todas as partes que continuem o diálogo e cumpram suas obrigações de colaborar construtivamente com a ONU para avançar o processo político" na Líbia, acrescentmpletou Heusgen.

    Mais:

    Exército Nacional da Líbia está controlando alguns bairros perto da capital do país
    Comandante do Exército Nacional da Líbia ordena ofensiva em Trípoli, relata mídia
    Blindado soviético de modernização rara é avistado na Líbia (VÍDEO)
    14 trabalhadores sequestrados da Tunísia são libertados na Líbia
    Tags:
    operações militares, conflito, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Trípoli, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar