21:56 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Refinaria de petróleo na Arábia Saudita

    Arábia Saudita pondera abandonar dólar se lei anti-OPEP for aprovada nos EUA

    © AP Photo / Hassan Ammar
    Oriente Médio e África
    URL curta
    10201

    Riad tem planos de substituir o uso de dólar para outras moedas se os EUA aprovarem o projeto NOPEP, que estenderia as leis antitruste americanas a entidades estrangeiras como a OPEP, informou a Reuters, citando três fontes anônimas familiarizadas com as políticas do setor de energia saudita.

    Esta "opção nuclear" teria sido discutida recentemente por altos funcionários da energia saudita e até mesmo expressada para os EUA.

    A Arábia Saudita considera que as chances do projeto de lei NOPEP passar no Congresso sejam escassas, mas decidiu se preparar mesmo assim.

    "Se os americanos passarem a NOPEP, a economia dos EUA que desmoronaria", disse uma das fontes.

    A agência de notícias observou que um abandono do dólar por um grande exportador de petróleo como a Arábia Saudita poderia potencialmente levar a uma redução do papel dos EUA no comércio global e sua capacidade geral de se projetar politicamente através de sanções. Riad é responsável por cerca de 10% da produção mundial de petróleo.

    Autoridades norte-americanas e sauditas não comentaram a reportagem da Reuters.
    A NOPEP foi protocolado por um grupo bipartidário em 2000, mas nunca foi aprovada pelo Congresso. O projeto de lei propunha a ampliação das leis antitruste dos EUA, que proíbem os esforços coletivos voltados à regulação de preços, limitando a produção de entidades e estados estrangeiros.

    O projeto permitiria que Washington tomasse medidas contra membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), incluindo a Arábia Saudita.

    Apesar de ter expressado apoio ao projeto antes de ser eleito, o presidente dos Estados Unidos Donald Trump até agora se mostrou um defensor de fortes laços com a monarquia saudita, apoiando vigorosamente as vendas americanas de armas ao país.

    Tags:
    Reuters, Congresso dos EUA, Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), Washington, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar