08:32 15 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Tropas líbias lutando contra terroristas

    Exército Nacional da Líbia está controlando alguns bairros perto da capital do país

    © REUTERS / Goran Tomasevic
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9133
    Nos siga no

    O Exército Nacional da Líbia, comandado pelo marechal Khalifa Haftar, assumiu o controle de várias áreas no sudoeste da capital do país, comunicou à Sputnik uma fonte da entidade militar.

    Anteriormente, a agência Al Arabyia informou que o comandante líbio ordenou uma ofensiva na cidade de Trípoli para "libertá-la dos terroristas".

    "Por enquanto as ruas da cidade estão vazias, parece que quase todos os moradores optaram por deixar a cidade. Vários distritos já estão ocupados por combatentes do Exército Nacional da Líbia, por exemplo [as áreas de] Janzour e Al-Sawani, a sudoeste de Trípoli", informou a fonte.

    Além disso, ele acrescentou que "até o momento não houve confrontos, exceto de alguns pequenos ataques de grupos armados [das unidades do Exército de Haftar] a caminho de Trípoli".

    A ofensiva de Haftar faz referência ao Governo do Acordo Nacional, liderado por Fayez al-Sarraj e formado com o apoio da ONU e da União Europeia.

    A Líbia está sendo dilacerada por conflitos internos desde a morte do líder Muammar Khaddafi em 2011. A parte leste do país é governada pelo parlamento, apoiado pelo Exército Nacional da Líbia e localizado em Tobruk. O Governo do Acordo Nacional, apoiado pela ONU e liderado pelo primeiro-ministro Fayez Sarraj, opera no oeste do país e está sediado em Trípoli.

    Mais:

    14 trabalhadores sequestrados da Tunísia são libertados na Líbia
    União Africana propõe que sejam realizadas eleições na Líbia em outubro de 2019
    Forças do leste da Líbia bombardeiam campo petrolífero
    Washington usa na Venezuela 'mesmo guião' que na Líbia, opina analista
    Tags:
    exército, controle, capital, terroristas, confrontos, Exército Nacional da Líbia, Khalifa Haftar, Trípoli, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar