15:33 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses nas Colinas de Golã, perto da fronteira com a Síria, foto de arquivo

    Mídia: Trump assinará na segunda-feira decreto reconhecendo soberania de Israel sobre Golã

    © REUTERS / Ronen Zvulun
    Oriente Médio e África
    URL curta
    16415

    O presidente dos EUA, Donald Trump, assinará na segunda-feira (25) um decreto reconhecendo a soberania israelense sobre as Colinas de Golã quando receber o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu na Casa Branca, disse à Reuters o ministro interino das Relações Exteriores de Israel, Israel Katz.

    "Amanhã, o presidente Trump, na presença do primeiro ministro Netanyahu, assinará um decreto reconhecendo a soberania de Israel sobre os Golã. Os laços entre os EUA e Israel estão mais próximos do que nunca", disse o ministro Israel Katz, citado pela agência Reuters.

    Em 21 de março, Donald Trump declarou que chegou o momento de os EUA reconhecerem plenamente a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã.

    Benjamin Netanyahu agradeceu o apoio do presidente dos EUA, destacando que o presidente americano o faz em uma "época em que o Irã usa a Síria como plataforma para destruir Israel". Netanyahu também classifica a decisão como "corajosa".

    O Kremlin reagiu de forma negativa à declaração de Donald Trump. De acordo com o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, "os apelos deste tipo podem desestabilizar significativamente a situação no Oriente Médio, que já é tensa". Ele acrescentou que Moscou espera que as palavras do presidente dos EUA “não passem de um apelo".

    As Colinas de Golã são um território disputado no Oriente Médio que foi parte da Síria até 1967. A área foi conquistada por Israel durante a Guerra dos Seis Dias. Desde então, a soberania de Israel sobre a área tem sido tema de discussões regulares.

    Mais:

    Síria condena apelos de Trump para reconhecer soberania de Israel sobre Colinas de Golã
    Síria avalia de 'arrogante' proposta de senador dos EUA sobre Golã como parte de Israel
    Tags:
    Donald Trump, Benjamin Netanyahu, Colinas de Golã, Israel, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar