00:48 25 Abril 2019
Ouvir Rádio
    Moçambicanos à beira de um rio após o ciclone Idai

    Sobe para 417 número de vítimas mortais no ciclone em Moçambique

    © AP Photo / Tsvangirayi Mukwazhi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    412

    O número de vítimas mortais por conta do ciclone tropical Idai e das inundações em Moçambique subiu para 417 pessoas, o número de feridos para 1.528, de acordo com a declaração do Ministro da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Celso Correia.

    Anteriormente, haviam sido confirmados 293 mortos. Prevê-se que o número total de vítimas mortais possa subir para 1.000 pessoas. O presidente do país, Filipe Nyusi, havia afirmado também que, ao todo no país, podem ter morrido mais de mil pessoas como resultado do ciclone. 

    "Até o momento temos 417 mortos e 1.528 feridos", afirmou Correia na Beira, a segunda maior cidade do país, devastada pelo ciclone Idai.

    O ciclone Idai atingiu Moçambique, causando inundações
    © AFP 2019 / Mission Aviation Fellowship/Rick Emenaket
    De acordo com Celso Correia, a situação no país melhorou, porém, continua crítica. 

    O ciclone tropical Idai atingiu o Sudeste da África na semana passada, se abatendo sobre Moçambique, Zimbábue e Malawi. A Beira foi a mais atingida pelo vendaval, tendo ficada destruída em 90%.

    Segundo as últimas informações, no Zimbábue devido ao ciclone morreram 104 pessoas, no Malawi — 84.  

    Mais:

    Ciclone já matou mais de 430 pessoas em Moçambique, Zimbábue e Malawi
    Ciclone Idai já matou 217 em Moçambique; milhares estão à espera de resgate (VÍDEO)
    Portugal está pronto para prestar ajuda a Moçambique, atingido pelo ciclone
    Tags:
    mortos, ciclone, vítimas, Moçambique, África
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar