14:13 21 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, foto de arquivo

    Teerã: EUA sofrerão 'derrota mais pesada na sua história' se Irã mobilizar seus recursos

    © AP Photo / Serviço de imprensa do líder supremo iraniano
    Oriente Médio e África
    URL curta
    11263
    Nos siga no

    O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, apelou ao seu país para realizar uma "mobilização máxima" dos seus recursos e capacidades para combater a agressão dos EUA, Israel e Europa contra seu país.

    "Os inimigos, nomeadamente os EUA e sionistas [Israel], mobilizaram hoje todas as suas capacidades e mecanismos contra a nação iraniana; e na periferia, o Ocidente e os europeus também estão mostrando sua animosidade perante o Irã de alguma forma", declarou Khamenei em uma reunião da Assembleia de Especialistas em Teerã na quinta-feira (14), informou a agência Tasnim.

    Comentando os esforços dos EUA para atacar Teerã com as suas sanções "mais duras de sempre", o líder supremo advertiu que as "pressões hostis dos inimigos" seriam recebidas com uma poderosa resposta iraniana.

    "Eles lançaram uma ofensiva máxima contra o Irã, mas se fizermos uma mobilização máxima de recursos e capacidades, pela graça de Deus, faremos com que os EUA sofram a derrota mais pesada na sua história", disse Khamenei.

    Apresentando uma estratégia para enfrentar os desafios que o Irã está enfrentando em relação com a pressão das sanções dos EUA, Khamenei lembrou que Teerã tem uma vasta experiência em lidar com essa pressão e apela para pensamento "criativo" e "prudente" no confronto com os adversários do país.

    As relações entre Washington e Teerã ficaram tensas desde que os EUA se retiraram do acordo nuclear do Irã, conhecido oficialmente como Plano de Ação Conjunto Global (JCPOA), em que este país havia se comprometido a não produzir armas nucleares, enquanto os EUA se comprometeram a suspender as sanções econômicas, mas ao abandonar o acordo as sanções foram reintroduzidas e, além disso, os EUA estão pressionando seus aliados a suspenderem a comercialização do petróleo iraniano.

    Tags:
    Aiatolá Ali Khamenei, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar