19:33 21 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira portuguesa perto da Câmara Municipal de Lisboa, 8 de novembro de 2013 (imagem de arquivo)

    Funcionário da embaixada de Portugal no Irã é baleado por homem encapuzado, diz mídia

    © AP Photo / Armando Franca
    Oriente Médio e África
    URL curta
    108

    Um homem que trabalha na embaixada de Portugal na capital iraniana, Teerã, foi atingido por um tiro perto do estabelecimento.

    Segundo a agência iraniana de notícias IRNA, a tentativa de assassinato ocorreu na terça-feira (13), "a cerca de 500 metros" da embaixada de Portugal.

    "O funcionário, de origem iraniana, foi hospitalizado e está sendo acompanhado", reporta a mídia que cita uma fonte policial.

    O chanceler português, Augusto Santos Silva, comunicou à agência Lusa, que o homem "foi vítima de uma emboscada".

    "Confirmo, infelizmente, que ontem [terça-feira] ainda à luz do dia, portanto à tarde, ocorreu esse incidente", ressaltou Silva, adicionando que a vítima foi atingida por uma pessoa que passava de moto. 

    No momento, após ser hospitalizado e receber os devidos tratamentos, a vítima se encontra em estado estável, escreve Observador.

    Durante o ataque, o suspeito estava usando um capuz, por isso não foi possível identificar a identidade da pessoa que atirou, comunica a mídia.

    A agência informa que o chefe do Centro de Informações da Polícia de Teerã afirmou que o disparo teria sido de uma pistola de pressão de ar.    

    De acordo com investigações preliminares, o porta-voz iraniano do Ministério das Relações Exteriores, Bahram Qassemi, comunicou que o suspeito teve motivações pessoais. 

    As autoridades competentes estão investigando para apurar o caso.

    Mais:

    Indígena venezuelano baleado por Guarda Nacional morre em hospital de Roraima
    Morre jornalista palestino que foi baleado durante protestos em Gaza
    Adolescente americano morre após ser baleado em transmissão ao vivo no Instagram
    Tags:
    baleada, embaixada, Teerã, Irã, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar