09:52 17 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Um Boeing 737 MAX retorna depois de um voo no campo da Boeing, em Seattle, Washington.

    Avião que caiu na Etiópia levava 19 funcionários da ONU

    © REUTERS / Jason Redmond
    Oriente Médio e África
    URL curta
    210

    Informações preliminares apontam que 19 funcionários de entidades afiliadas à ONU morreram na queda do avião da Ethiopian Airlines neste domingo (10), segundo informou a Organização Internacional para as Migrações (OIM) através de um comunicado.

    "Os primeiros indícios mostram que 19 membros da equipe de organizações afiliadas da ONU faleceram. Ao lado da OIM, essas entidades incluem o Programa Mundial de Alimentos (PMA), a Agência de Refugiados da ONU (UNHCR), a União Internacional de Telecomunicações (UIT) e o Programa Ambiental da ONU (UNEP), o Banco Mundial e outros também perderam colegas na tragédia", diz o comunicado publicado no final deste domingo (10).

    O contato com o avião, que estava indo para a capital queniana de Nairóbi, foi perdido apenas seis minutos depois que o voo ET302 da Ethiopian Airlines decolou de Addis Abeba.

    O local do acidente foi identificado como perto da cidade de Bishoftu, cerca de 30 quilômetros a sudeste da capital etíope. Estima-se que 149 passageiros de 35 países e oito tripulantes estavam a bordo do avião. Segundo a empresa aérea, ninguém sobreviveu ao acidente.

    Mais:

    Queda de helicóptero militar da Etiópia deixa 3 mortos e 10 feridos
    Etiópia abre setor de logística para investimento estrangeiro
    Helicóptero militar cai na Etiópia causando ao menos 18 mortes
    Etiópia precisará de US$ 7,5 bilhões para concluir megaprojetos, diz premiê
    Etiópia se prepara para remover 3 grupos da lista de organizações terroristas
    Tags:
    acidente aéreo, Boeing, ONU, Adis Abeba, Nairóbi, Quênia, Etiópia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar