09:50 17 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Patrulha dos EUA na Síria

    Operações lideradas pelos EUA na Síria já mataram 1.257 civis 'por acidente'

    © AP Photo / Arab 24 network
    Oriente Médio e África
    URL curta
    421

    As forças militares lideradas pelos Estados Unidos mataram pelo menos 1.257 civis em meio à luta contra grupo terrorista Daesh* na Síria e no Iraque. As mortes ocorreram nos últimos quatro anos e meio, conforme divulgou a Operação Resolução Inerente (OIR) em seu relatório mensal.

    "A Coalizão realizou um total de 33.921 ataques entre agosto de 2014 e o final de janeiro de 2019. Durante este período, com base nas informações disponíveis, a CJTF-OIR tem conhecimento de pelo menos 1257 civis mortos acidentalmente por ataques da Coalizão desde o início da Operação Resolução Inerente", afirmou a Força Tarefa Conjunta Combinada — Operação Solução Inerente (CJTF-OIR, na sigla em inglês) através de um comunicado para a imprensa.

    Em janeiro, a coalizão relatou um total de 63 vítimas civis e concluiu que 12 deles são confiáveis. Esses ataques resultaram em 67 mortes civis "não intencionais", acrescentou. Outros 51 relatos foram considerados não confiáveis, e 141 incidentes ainda estão sendo investigados, segundo a coalizão.

    A maioria das baixas registradas recentemente ocorreu em Raqqa, em 2017, quando as forças lideradas pelos EUA intensificaram sua campanha para retomar a cidade no Iraque. Entre os incidentes, a coalizão reconheceu que houve um ataque de 12 de junho que matou oito civis e um ataque aéreo em 15 de junho que matou outros 25.

    A coalizão formada por mais de 70 países e liderada pelos EUA disse que conduziu operações militares contra o Daesh na Síria e no Iraque. As operações da coalizão na Síria, no entanto, não são autorizadas pelo governo do presidente Bashar Assad ou pelo Conselho de Segurança da ONU.

    Mais:

    Presença do Irã na Síria será tema central de encontro com Putin em Moscou, diz Netanyahu
    Por que é tão difícil acabar completamente com o Daesh na Síria?
    Macron apoia decisão de Trump de manter tropas na Síria
    TV síria: Terroristas atacam Hama matando 1 civil e ferindo outros 5
    Reino Unido confirma participação de suas tropas de combates terrestres na Síria
    Tags:
    Guerra da Síria, Daesh, Conselho de Segurança da ONU, Donald Trump, Bashar Assad, Iraque, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar