13:09 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Líbio agita bandeira nacional enquanto manifestantes se reúnem para protesto contra a munição do Exército líbio, na cidade de Benghazi, em 27 de fevereiro de 2015

    Chanceler líbio diz 'não' ao estabelecimento de base militar dos EUA no país

    © AFP 2019 / Abdullah Doma
    Oriente Médio e África
    URL curta
    4180
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores líbio, Muhammed Siyalah, disse que seu povo não deixará que os EUA instalem uma base militar na Líbia.

    "Os líbios não permitirão que os americanos estabeleçam base militar no território da Líbia. Há algumas forças que estão ajudando a aumentar a eficácia do nosso exército. Recebemos com satisfação qualquer ajuda para reforçar as nossas forças", declarou o chanceler à Sputnik Árabe.

    Recentemente, o número de relatos sobre a ativação do Comando dos EUA para a África (Africom), no sul do país, tem aumentado na mídia líbia.

    Pelo fato da criação da base poder comprometer a solução da crise líbia, alguns especialistas temem sua construção.

    Com sede na Alemanha, Africom é um dos comandos de combate das Forças Armadas dos EUA criado em 2008, que visa operações e relações militares e de segurança americana nos 53 países da África.

    Pelo motivo dos africanos não permitiram que os EUA se estabelecessem no continente, a sede foi construída na Alemanha.

    Em apenas alguns anos, o comando norte-americano conseguiu agravar a situação na região e forçar já um povo tuaregue pouco pacífico a juntar-se aos islamistas. Os primeiros ataques às tropas de Muammar Gaddafi (chefe de Estado da Líbia entre 1969 e 2011) foram feitos pelas forças militares do Africom e, mais tarde, a OTAN entrou em ação.

    Mais:

    14 trabalhadores sequestrados da Tunísia são libertados na Líbia
    Forças do leste da Líbia bombardeiam campo petrolífero
    Filho de Kadhafi pede realização de eleições na Líbia 'o mais breve possível'
    Ataque suicida ocorre na sede do Ministério das Relações Exteriores da Líbia (FOTOS)
    Tags:
    crise na Líbia, base militar, Forças Armadas dos EUA, AFRICOM, África, EUA, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar