06:05 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Militantes do grupo terrorista Daesh (foto do arquivo)

    General dos EUA indica quanto falta para exterminar Daesh da Síria

    © AFP 2019 / Tauseef Mustafa
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1023
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (5), o chefe do Comando Central dos EUA, general Joseph Votel, em audiência no Senado, declarou quanto falta para exterminar Daesh da Síria.

    Menos de 52 km² estão sendo controlados por terroristas do Daesh (organização proibida na Rússia e em muitos outros países) na Síria, e eles serão libertos antes da saída das tropas dos EUA do país árabe, declarou Votel.

    "Um território de 43 mil milhas quadradas [88 mil km²], que já foi um dia controlado por eles, agora diminuiu para menos de 20 milhas quadradas [52 km²]", afirmou o general no Senado dos EUA.

    Votel está confiante que o que restou nas mãos dos terroristas será liberto até saída das tropas militares norte-americanas da Síria. "Eu acredito nisso", respondeu a uma pergunta relevante.

    A Síria enfrenta uma guerra civil desde 2011. As forças governamentais estão em conflito com numerosos grupos de oposição, militantes e organizações terroristas. Desde 2014, os EUA e seus aliados realizaram uma operação contra os terroristas do Daesh (organização terrorista proibida em vários países incluindo a Rússia) na Síria.

    Porém, eles operam no país árabe sem permissão das autoridades locais. Em dezembro de 2018, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que as tropas dos EUA seriam retiradas da Síria em conexão com a vitória sobre a organização terrorista.

    Mais:

    Divulgado VÍDEO de ataques aéreos contra remanescentes do Daesh no Iraque
    No Iraque, paramilitares acusam Daesh por ataque a ônibus de peregrinos
    Trump garante destruição do Daesh 'em breve' e vê 'chance' de desnuclearização da Coreia
    Tags:
    terroristas, controle, território, Daesh, Joseph Votel, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar