14:15 18 Junho 2019
Ouvir Rádio
    A bandeira palestina tremula sobre o Jardim das Rosas, na sede das Nações Unidas.

    Governo da Palestina renuncia, diz mídia

    © AP Photo / Craig Ruttle
    Oriente Médio e África
    URL curta
    350

    O governo da Palestina liderado pelo primeiro-ministro Rami Hamdallah renunciou, mas continua exercendo suas funções até à formação do novo gabinete de ministros, comunicou a agência palestina Wafa.

    "O governo entregou ao Senhor Presidente [Mahmoud Abbas] seu pedido de renúncia. Ele continuará exercendo suas obrigações e servindo ao nosso povo […] até à formação do novo governo", citou a agência as palavras de Hamdallah durante a reunião do gabinete de ministros na terça-feira (29).

    Ele assinalou que deseja a formação em breve de um novo governo e que para o sucesso de seu funcionamento será necessária "a confiança dos cidadãos" e o "apoio sincero de todas as forças, grupos parlamentares e componentes da sociedade palestina".

    A notícia surgiu após supostas declarações do presidente Mahmoud Abbas sobre o desejo de substituir o governo em função e exercer mais pressão sobre o movimento islamista palestino Hamas que controla a Faixa de Gaza. De acordo com o porta-voz do primeiro-ministro, Yussef al-Mahmoud, Hamdallah também apoiou esse plano.

    O governo de unidade nacional de Rami Hamdallah foi formado em 2014 para reconciliar os governos rivais da Cisjordânia e Faixa de Gaza.

    O conflito entre o Fatah, liderado por Abbas, e o Hamas, que assumiu o controle da Faixa de Gaza, irrompeu em 2006 depois de vários confrontos armados entre os dois grupos palestinos. Em outubro de 2017, ambas as partes assinaram um acordo que estipulava a criação de um governo unido na Cisjordânia e na Faixa de Gaza até 1º de dezembro de 2017. Porém, os dois partidos decidiram adiar a execução do plano.

    Mais:

    Palestina pretende se tornar membro permanente da ONU, apesar das ameaças dos EUA
    Israel bloqueia doação de US$ 15 milhões do Qatar à Palestina
    Imprensa revela qual será o plano de Trump para estabelecer a paz na Palestina
    Turquia continuará apoiando a Palestina, diz Erdogan a Abbas em conversa sobre Jerusalém
    Tags:
    renúncia, governo, Rami Hamdallah, Mahmoud Abbas, Palestina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar