19:11 20 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Soldado americano junto à bandeira dos EUA (arquivo)

    EUA devem agir com cautela e sabedoria no Oriente Médio, diz ex-oficial

    © AP Photo / Hasan Jamali
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2 0 0

    Segundo o tenente-general aposentado americano, Frederick Benjamin "Ben" Hodges, tanto os EUA quanto seus aliados devem ter cuidado com a mudança de regime no Oriente Médio.

    Hodges espera que a comunidade internacional faça tudo ao seu alcance, sejam sanções, isolamento, pressões ou acordos diplomáticos para proteger os inocentes, porém, alerta que uma mudança de regime seja um grande perigo.

    Para Hodges, esse é um momento muito delicado e qualquer ação deve ser analisada, inclusive sua estratégia a nível regional, como é o caso de uma retirada militar.

    Sendo assim, é necessário que haja uma estratégia para alcançar um resultado, principalmente ao se dirigir a uma região como o Oriente Médio, África, Mediterrâneo e o mar Negro.

    Essa estratégia deve ser muito clara para todos os países envolvidos, inclusive para seus aliados, afirmou Hodges, enfatizando que tanto os EUA quanto seus aliados têm o direito e a obrigação de defender "os cidadãos inocentes" da região.

    Anteriormente, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou em meados de dezembro de 2018 a vitória sobre o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) na Síria, ordenando a retirada de suas tropas e observando que essa era a única razão para a permanência dos militares americanos no país.

    Mais:

    Grupo liderado pelos EUA tenta impedir comitê constitucional na Síria, diz diplomata russo
    Senado norte-americano bloqueia lei sobre sanções contra a Rússia, Síria e Irã
    'Na situação atual, é impossível imaginar que EUA deixem Síria', diz vice-chanceler russo
    Tags:
    americanos, cautela, soldados, análise, estratégia, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar