01:43 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    516
    Nos siga no

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse que a retirada das tropas americanas da Síria não vai mudar a missão de destruir o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) e impedir que o Irã influencie a região.

    Pompeo disse que a retirada é uma "mudança de tática" e não irá interferir no compromisso dos EUA "com a derrota do califado ou do Daesh globalmente", informou a CNBC.

    "Não há mudança em nossa estratégia contra o Irã", acrescentou Pompeo.

    O secretário de Estado Pompeo também deu garantias de que o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, pode ser confiável para não ligar os curdos na Síria, que têm sido aliados dos EUA durante a campanha.

    "Erdogan assumiu um compromisso com o presidente Trump… que os turcos continuariam a campanha contra o Daesh após a nossa partida, e que os turcos iriam garantir que as pessoas com as quais lutamos — que nos ajudaram na campanha contra o Daesh — vão ficar protegidas," ele disse.

    Ele observou que o assessor de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton, está em Ancara para garantir o cumprimento dessas promessas.

    Tags:
    Mike Pompeo, Estados Unidos, Irã, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar