02:21 21 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, na reunião semanal de gabinete em Jerusalém, 16 de setembro de 2018

    Netanyahu: Israel continuará se opondo à 'agressão' do Irã na Síria

    © AP Photo / Sebastian Scheiner
    Oriente Médio e África
    URL curta
    828
    Nos siga no

    O primeiro-ministro-israelense, Benjamin Netanyahu, disse neste domingo (6) que Israel continuará confrontando as atividades militares do Irã na Síria.

    "Nossa posição é clara. Nós continuaremos atuando contra o entrincheiramento de militares iranianos na Síria, incluindo atualmente, e vamos atuar contra qualquer elemento que ameace, ou tente ameaçar, a segurança de Israel', disse Netanyahu em uma reunião de governo, conforme citado em sua conta oficial no Twitter.

    O primeiro-ministro ainda acrescentou que ele pretende discutir uma série de questões com o conselheiro nacional de segurança dos EUA, John Bolton, ainda neste domingo (6).

    "Nesta tarde eu encontrarei o conselhiro nacional de segurança dos EUA. Eu discutirei com ele os esforços para bloquear a agressão iraniana em nossa região, e a situação na Síria em continuação tanto da decisão do presidente [dos EUA, Donald] Trump quanto da conversa que tive com o presidente [da Rússia, Vladimir] Putin na última sexta-feira, e o aprofundamento da inteligência e cooperação operacional entre Israel e os EUA, o que está se aproximando todo o tempo", disse Netanyahu.

    Em dezembro, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que as forças dos EUA sairiam da Síria, uma vez que o Daesh estaria derrotado. O grupo terrrorista foi banido do território russo.

    Mais:

    Atiradores atacam ônibus em Israel
    Croácia dá ultimato a Israel por compra de caças F-16 em negócio de US$ 500 milhões
    Netanyahu tenta reescrever história de Israel com polêmicas em memorial, diz jornal
    'Retirar-se do planeta Terra': chanceler iraniano ironiza saída dos EUA e Israel da UNESCO
    Tags:
    Guerra da Síria, Twitter, Benjamin Netanyahu, John Bolton, Donald Trump, Síria, Rússia, EUA, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar