12:18 16 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Soldados nigerianos inspecionam palácio usado pelo Boko Haram como quartel-general em Bama

    Exército da Nigéria prepara ação para recuperar cidade chave do Boko Haram

    © AFP 2019 / NICHOLE SOBECKI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    130

    Tropas se preparam ofensiva para tentar retomar uma cidade estratégica capturada por jihadistas do Boko Haram no nordeste da Nigéria, disseram fontes de segurança e civis nesta segunda-feira (31).

    Combatentes do Estado Islâmico da África Ocidental, grupo ligado ao Daesh, assumiram o controle de Baga, nas margens do lago Chade, na quinta-feira, depois de terem passado por bases militares.

    Dezenas de caminhões militares e veículos blindados da capital do estado de Borno, Maiduguri, chegaram na cidade de Monguno, a 135 quilômetros de distância, prontos para a ofensiva, disseram à AFP dois oficiais militares e fontes da milícia, sob condição de anonimato.

    "Recursos militares foram mobilizados para Monguno em preparação para uma operação para recapturar Baga dos terroristas do Boko Haram", disse o primeiro oficial militar. "A ofensiva começará em breve", acrescentou ele.

    Moradores de Monguno relataram ter visto 40 caminhões militares carregando tropas no domingo à noite.

    Uma força da milícia que luta ao lado dos militares também foi convocada para ajudar a retomar Baga, disse um miliciano em Monguno.

    Os militares nigerianos insistiram que os insurgentes já foram expulsos de Baga, mas a versão foi refutada por moradores locais.

    O residente Abubakar Mamman, que fugiu para Maiduguri no domingo, disse que Baga ainda estava sob o controle do grupo terrorista. 

    "O Boko Haram tomou todas as três bases militares em Baga. Não há um único soldado na área", disse Mamman à AFP.

    Diz-se que os jihadistas perambulam pela cidade e matam milicianos.

    Em janeiro de 2015, o Boko Haram invadiu a base Força-Tarefa Conjunta Multinacional e assumiu o controle de Baga após matar centenas de moradores. Milhares de pessoas fugiram para Maiduguri.

    A Força-Tarefa Conjunta Multinacional é uma iniciativa militar com participação do Benim, dos Camarões, do Chade, do Níger e da Nigéria. Seu objetivo é combater o Boko Haram.

    Mais tarde, a cidade foi retomada, mas os jihadistas que ocupam acampamentos em muitas ilhas do Lago Chade continuaram a atacar os militares e civis na área.

    Com a captura de Baga, os jihadistas controlam a maioria das áreas ao redor do Lago Chade, disseram fontes de segurança.

    A insurgência de nove anos do Boko Haram matou 27 mil pessoas e deslocou dois milhões de outras, provocando uma terrível crise humanitária na região.

    Os combates também se espalharam pelos países vizinhos da Nigéria, Chade, Níger e Camarões.

    Mais:

    Muhammadu Buhari é candidato a reeleição na Nigéria
    Terroristas matam pelo menos 19 em Guzamala, Nigéria
    Nigéria criará companhia aérea com participação estatal
    Enchente no norte da Nigéria causa estragos e mata pelo menos 44 pessoas
    Tags:
    Boko Haram, Daesh, Nigéria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar